Meteorologia

  • 25 JUNHO 2021
Tempo
25º
MIN 18º MÁX 33º

Edição

Joacine defende Romualda: "Em qualquer outro país já teria sido ministra"

Deputada não-inscrita foi uma das personalidades que repudiou o comentário racista presente numa notícia da Lusa em relação a Romualda Fernandes. "É referência para muitas mulheres e meninas e Portugal, assim como a ministra da Justiça", defende Joacine.

Joacine defende Romualda: "Em qualquer outro país já teria sido ministra"

Joacine Katar Moreira foi uma das personalidades que juntou a sua voz ao repúdio de políticos e anónimos em relação ao comentário racista presente numa notícia da agência Lusa e proferido sobre a deputada Romualda Fernandes, do Partido Socialista (PS). A deputada não-inscrita saiu em defesa da colega e destacou que "em qualquer outro país", Romualda "já teria sido ministra"

Numa sequência de publicações colocadas na rede social Twitter, Katar Moreira começa por considerar que o jornalista da Lusa autor da referida peça foi "péssimo", "racista" e "misógino".

"Romualda Fernandes é negra, sim. Uma mulher de que muito me orgulho. Já o jornalista é um triste!", destacou Joacine. 

Em seguida, a deputada defendeu que a colega que "em qualquer outro país" já teria tido um maior lugar de destaque na política, em Portugal, "o PS vai oscilando na abertura e na pouca visibilidade que lhe dá"

Com um percurso "exemplar, digno e sem qualquer mancha", a deputada Romualda Fernandes é uma "referência para muitas mulheres e meninas e Portugal", sublinhou, dando também o exemplo da ministra da Justiça, Francisca Van Dunem: "São mulheres negras inspiram a juventude negra a outros sonhos e percursos de vida".

Para Joacine, "um jornalista que coloca 'Preta' à frente do nome de uma pessoa como Romualda Fernandes revolta-me, não pelas competências da deputada, mas porque nenhuma mulher negra pode admitir este tratamento", apontou, frisando também a "OUSADIA e NORMALIZAÇÃO da violência sobre nós".

Já sobre o pedido de desculpas da Lusa acerca do sucedido, a deputada não-inscrita teceu ainda um comentário: "Muito bem, Lusa! Agora dispense o jornalista, por favor."

De lembrar que a Direção de Informação da Lusa divulgou uma nota aos clientes ao início da madrugada de hoje afirmando que "lamenta profundamente" a difusão desta notícia, em que a deputada Romualda Fernandes foi identificada "de modo inaceitável, contra todas as regras éticas e profissionais constantes do Código Deontológico dos Jornalistas e do Livro de Estilo da Lusa".

Leia Também: Presidente Marcelo condena "lamentável notícia" da agência Lusa

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório