Meteorologia

  • 17 OUTUBRO 2021
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 23º

Edição

AR felicita Corpo Nacional de Escutas pelo Prémio de Cidadão Europeu 2020

A Assembleia da República felicitou hoje o Corpo Nacional de Escutas (CNE) pela atribuição do Prémio de Cidadão Europeu 2020, atribuído anualmente pelo Parlamento Europeu, sublinhando a sua "importância" e "simbolismo".

AR felicita Corpo Nacional de Escutas pelo Prémio de Cidadão Europeu 2020

O voto de congratulação, apresentado pela comissão parlamentar de Educação, Ciência, Juventude e Desporto, foi aprovado por unanimidade por todos os partidos e deputados em sessão plenária.

Na iniciativa destaca-se que o CNE, fundado em 1923, "é a maior associação de juventude em Portugal, com cerca de 72 mil escuteiros, dos géneros masculino e feminino, distribuídos por mais de 1.000 agrupamentos locais" que vão desde o continente, regiões autónomas dos Açores e da Madeira "e até Genebra e Macau".

"Num momento em que valores como a fraternidade, solidariedade, humanismo e sustentabilidade assumem uma crescente relevância na sociedade, em particular num período pandémico como o que vivemos, esta distinção, a uma instituição em contínuo crescimento, em contraciclo com o decréscimo da natalidade em Portugal, reveste-se de uma importância e de um simbolismo acrescidos para todos nós", lê-se no texto.

A associação foi premiada pelo projeto "Educação para a cidadania ativa, empoderamento dos jovens e desenvolvimento de competências".

Ao aprovar esta iniciativa, o parlamento enviou "as mais sinceras felicitações" a todos "os elementos, jovens e dirigentes [do CNE] por contribuírem para esta autêntica 'escola para a vida' para milhares de jovens portugueses, prosperando uma sociedade mais justa e humanista".

O Prémio do Cidadão Europeu tem um valor simbólico, pode ter um máximo de 50 laureados e tem como objetivo "recompensar atividades excecionais desempenhadas por cidadãos, grupos, associações ou organizações nos domínios da promoção de uma maior integração dos cidadãos europeus, cooperação, reforço do espírito europeu e no âmbito dos valores consagrados na Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia".

Apresentado pela mesma comissão, foi também aprovado hoje, por unanimidade, um outro voto de congratulação pela atribuição do "Global Teacher Award 2020 & Teacher Inspirator Week" ao docente português José Jorge Teixeira.

O texto destaca que o professor de físico-química de Chaves foi "o primeiro docente português a vencer uma edição deste concurso", que premeia "a excelência no ensino".

"O professor venceu esta edição com a apresentação de um trabalho prático experimental, adaptado ao contexto pandémico, que realizou com a colaboração dos alunos do 10.º ano de escolaridade, recorrendo a calculadoras gráficas e 'micro-bits', um computador de placa única utilizado para o ensino de conceitos básicos de computação e programação de computadores", lê-se no texto.

Ao longo do seu percurso profissional, continua a iniciativa, o docente "tem desafiado a cultura de que o processo de ensino/aprendizagem não deve ir além daquilo que está estritamente estabelecido no programa oficial, que, nalguns casos, está muito centrado na memorização de técnicas de exercícios, como fórmula de sucesso nas avaliações internas e externas".

Assim, o parlamento congratulou hoje o professor, considerando-o "demonstrativo da competência, da qualidade, do profissionalismo e da capacidade de adaptação que os docentes portugueses demonstram", esperando que "o seu contributo inestimável no ensino da ciência, a sua perseverança, criatividade e competência constituam um estímulo para que a ciência ultrapasse as barreiras da sala-de-aula e interaja com a comunidade".

Leia Também: Aprovados votos de pesar por José Puig e Lourenço Féria

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório