Meteorologia

  • 23 NOVEMBRO 2020
Tempo
13º
MIN 10º MÁX 18º

Edição

Aliança com Chega? "Não tem faltado quem comente o que eu não disse"

Rui Rio reitera a sua posição sobre uma eventual aliança com o partido de André Ventura.

Aliança com Chega? "Não tem faltado quem comente o que eu não disse"

Rui Rio reiterou, este domingo, no Twitter, a sua posição sobre uma eventual aliança com o partido Chega, de André Ventura. O líder do PSD começa por apontar que foi "claro" sobre esta matéria numa entrevista que deu na antena da RTP, mas que, "desde então, não tem faltado quem comente o que eu não disse; na lógica rasteira de que o que vale é o que se diz que foi dito, e não, o que se disse"

Num post seguinte, Rio partilha uma parte dessa conversa com Vítor Gonçalves, na Grande Entrevista, onde versa sobre o tema. 

Questionado sobre se admite negociar com o Chega ou se este deve ser 'confinado', o também líder da oposição disse, na altura, que "não depende do PSD, depende do Chega"

"Se o Chega evoluir de uma tal maneira que - embora seja um partido marcadamente de direita, em muitos casos de extrema-direita, muito longe de nós que estamos ao centro -, se o Chega evoluir para uma posição mais moderada, eu penso que as coisas se podem entender", clarificou Rio no programa da estação pública. 

Em contraponto, "se o Chega continuar numa linha de demagogia, de populismo, da forma como tem ido, está aqui um problema, porque aí não é possível, efetivamente, um entendimento com o PSD. É tão simples quanto isto". 

Já sobre se não descarta a possibilidade, o presidente do PSD refere que "face àquilo que o Chega tem sido, descarto. Espero é que o Chega possa evoluir para um plano mais moderado e aí, não estou a dizer que se faça, estou a dizer que é possível conversar. Agora tem de mudar." 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório