Meteorologia

  • 29 MARçO 2020
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 19º

Edição

"Zuraida Soares teve a capacidade de envolver a todos nas suas causas"

O CDS-PP dos Açores lamentou hoje a morte da antiga líder do Bloco de Esquerda na região Zuraida Soares, considerando que "partiu uma das grandes referências da política açoriana".

"Zuraida Soares teve a capacidade de envolver a todos nas suas causas"
Notícias ao Minuto

13:07 - 09/02/20 por Lusa

Política Óbito

"A integridade não tem cor nem partido. Deixou-nos uma pessoa íntegra. Nem todas as causas são ideológicas, são por vezes alicerces da personalidade. A deputada Zuraida Soares teve a capacidade de nos envolver a todos nalgumas das suas causas e também de se envolver em causas de outros. Isso revelava a sua inteligência pessoal e política", consideram os centristas, em nota enviada à imprensa.

A antiga coordenadora e primeira deputada do Bloco de Esquerda nos Açores, Zuraida Soares, morreu no sábado aos 67 anos, vítima de doença, informou o partido.

Para o CDS dos Açores, liderado por Artur Lima, a bloquista "sempre teve uma orientação política cognitiva, ou seja, um claro conhecimento do sistema político açoriano e uma forte crença nele", e "por isso era respeitada por todos".

E concretiza o CDS: "Neste momento de consternação não podemos deixar de expressar publicamente a nossa admiração pela grande política e mulher que foi a Zuraida Soares".

A bloquista foi coordenadora do partido entre 2004 e 2014, e membro da Mesa Nacional do Bloco de Esquerda até à X Convenção Nacional, em 2016.

Zuraida Soares foi eleita deputada regional, pela primeira vez, em 19 de outubro de 2008, tendo sido reeleita em 14 de outubro de 2012 e 16 de outubro de 2016.

A antiga deputada regional havia deixado o parlamento dos Açores em 20 de setembro de 2018, tendo na ocasião sido aplaudida de pé pelas demais bancadas.

Nascida em Lisboa em 26 de julho de 1952, Zuraida Soares era licenciada em Filosofia pela Universidade Católica Portuguesa, tendo-se formado posteriormente em Ciências da Educação.

A bloquista tinha também uma pós-graduação em Filosofia Contemporânea e Filosofia Medieval.

Na página Esquerda.net, o Bloco lembra que Zuraida Soares se destacou como defensora dos direitos sociais, dos direitos das mulheres, da autonomia dos Açores e era uma lutadora "por uma sociedade e por uma terra sem amos".

Na despedida do parlamento açoriano, em 2018, afirmou: "Não há nada que dê mais colorido e força à vida do que lutar por uma sociedade mais digna, mais democrática, mais humana, mais tolerante, mais decente, e sobretudo, no fim, por uma sociedade e por uma terra sem amos".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório