Meteorologia

  • 21 NOVEMBRO 2019
Tempo
12º
MIN 12º MÁX 16º

Edição

Costa espera "que UE tenha aprendido" e não frustre expetativas balcãs

O primeiro-ministro, António Costa, disse hoje esperar que a União Europeia tenha aprendido com o que aconteceu, por exemplo, na Turquia e não mantenha os países dos Balcãs Ocidentais com "expectativas frustradas" ao longo dos anos.

Costa espera "que UE tenha aprendido" e não frustre expetativas balcãs
Notícias ao Minuto

20:03 - 17/10/19 por Lusa

Política António Costa

Em declarações aos jornalistas durante uma pausa no Conselho Europeu que decorre em Bruxelas, Costa indicou que hoje à noite os líderes da UE irão discutir o alargamento "e aquilo que está em causa é saber se se passa à fase das negociações ou se se mantém a expectativa em aberto relativamente à Macedónia do Norte e Albânia", países dos Balcãs que aguardam há muito a 'luz verde' para a abertura de negociações para uma futura adesão.

"Eu espero que a UE tenha aprendido com o que aconteceu com a Turquia nos últimos anos e quais são as consequências de manter em aberto durante décadas expectativas frustradas. E, portanto, há uma altura em que também a resposta tem de ser conclusiva, de avançar ou de encerrar, porque senão isso tem consequências muito negativas numa região que é muito sensível, que é muito instável, e onde seguramente temos condições para contribuir para a sua estabilização, e não para a sua maior instabilidade", disse.

Os chefes de Estado e de Governo da UE devem decidir hoje se dão o seu aval à abertura de negociações com a Macedónia do Norte e Albânia, recomendada pela Comissão Europeia já em maio passado, mas que tem sido bloqueada pela França, como voltou a acontecer no Conselho de Assuntos Gerais celebrado na terça-feira no Luxemburgo.

Na quarta-feira, também a Comissão Europeia lamentou hoje que os 28 não tenham ainda seguido a sua recomendação de abrir negociações para a adesão da Macedónia do Norte e Albânia, depois de todas as reformas implementadas por estes dois países, em linha com os requisitos fixados pela UE, e advertiu para os riscos de ignorar os Balcãs Ocidentais.

A Macedónia do Norte é candidata à UE desde 2005, enquanto a Albânia pediu para aderir em 2014.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório