Meteorologia

  • 22 NOVEMBRO 2019
Tempo
18º
MIN 13º MÁX 18º

Edição

Projeções dão vitória ao PS e pode haver novas entradas no Parlamento

As projeções dos resultados eleitorais divulgadas hoje por RTP, SIC e TVI dão a vitória ao PS nas eleições legislativas, com entre 34% e 40% dos votos, seguindo-se o PSD, com entre 24,2% e 31%.

Projeções dão vitória ao PS e pode haver novas entradas no Parlamento

Segundo as projeções de resultados que as televisões divulgaram pelas 20:00, após o encerramento das urnas nos Açores, quatro partidos poderão pela primeira vez ter representação parlamentar: Iniciativa Liberal, Chega, Livre e Aliança.

Apenas a sondagem ICS/ISCTE/GFK Metris divulgada pela SIC admite que o PS possa conseguir uma maioria absoluta, estimando um resultado para os socialistas de entre 36% e 40%, que pode resultar na eleição de 105 a 117 deputados.

De acordo com a mesma projeção, o PSD será o segundo partido mais votado, com 24,2% a 28,2%, com 72 a 82 mandatos, enquanto o CDS-PP alcançará os 2,4% a 5%, elegendo entre 2 e 8 deputados. A CDU obtém entre 4,7% e 7,3%, podendo eleger de 7 a 13 deputados, e o Bloco de Esquerda entre 8,9% e os 11,9%, com entre 17 e 24 eleitos.

O PAN alcança entre 2,5% e 4,5%, elegendo de 2 a 6 deputados, e a Iniciativa Liberal entre 0,6% e 2,6%, conseguindo entre um e três mandatos. O Livre obtém entre 0,5% e 2,5%, podendo eleger entre um e dois deputados e o Chega, com 0,4% e 2,4%, poderá ter um deputado no Parlamento.

A sondagem da Universidade Católica para a RTP atribui ao PS entre 34% e 39% dos votos (104 a 112), seguindo-se o PSD, com entre 27% e 31% (74 a 82 deputados). O BE surge em terceiro lugar com entre 9% a 12% (19 a 23 mandatos), e a CDU (PCP/PEV) com entre 6% e 9% (9 a 14).

De acordo com esta projeção, tanto o CDS-PP como o PAN terão um resultado entre 3% e 5% (4 a 6 deputados eleitos). A Iniciativa Liberal aparece em sétimo lugar e pode eleger entre um e dois deputados, seguindo-se o Chega, com um deputado eleito, ambos com entre 1% e 2% dos votos. O Livre e o Aliança, com até 1% dos votos, poderão conseguir um mandato cada um.

A sondagem da Pitagórica divulgada pela TVI atribui a vitória ao PS com entre 34,5% e 38,5% dos votos (100 a 112 deputados), seguindo-se o PSD, com entre 24,6% e 28,6% e 68 a 78 deputados.

O BE terá 7,7% e 11,7% (20 a 26 deputados), a CDU entre 6% e 8% dos votos (10 a 14 mandatos) e o CDS-PP entre 2,9% e 4,9% (entre 3 e 7 eleitos), e PAN com entre 2,7% e 4,7% (4 a 6 deputados).

Segundo a mesma sondagem, quatro outros partidos poderão eleger pelo menos um deputado: Iniciativa Liberal, com entre 0,9% e 2,9% (0 e 2 deputados), o Chega, com 0,6 e 2,6% dos votos (0 a 1 deputado), o Livre com 0,1 e 2,1% dos votos (0 a 1 deputado), e a Aliança com 0,1% a 1,9% (0 a 1 deputado).

Segundo a projeção da CMTV, o PS obtém 36,3% dos votos (entre 102 e 114 deputados), o PSD 27,9% (75 a 87 deputados), e o Bloco de Esquerda 9,9% (entre 16 e 22 eleitos).

Já a CDU fica-se pelos 6,3 (de 8 a 14 mandatos), o CDS pelos 4,3% e o PAN com 3,8%. Apesar disto, em termos de número de mandatos, a projeção da CMTV dá 4 a 8 deputados ao PAN e 3 a 7 ao CDS.

De acordo com a projeção de mandatos do politólogo Rui Oliveira e Costa, o PS deverá eleger entre 105 e 111 deputados, o PSD entre 74 e 80, o BE entre 18 e 22, a CDU entre 10 e 12, o CDS entre cinco e sete e o PAN entre quatro e seis deputados.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório