Meteorologia

  • 14 OUTUBRO 2019
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 19º

Edição

Chega está "firmemente convencido" de que vai eleger deputados

O líder nacional do Chega, André Ventura, manifestou-se hoje "firmemente convencido" de que o partido vai eleger deputados nas eleições legislativas da Madeira, em 22 de setembro, vincando que o mesmo vai acontecer nas nacionais de 6 de outubro.

Chega está "firmemente convencido" de que vai eleger deputados
Notícias ao Minuto

12:35 - 18/09/19 por Lusa

Política André Ventura

"Tenho a certeza de que no domingo vamos eleger deputados e vai ser o início de um grande caminho para o Chega nacional também, porque a Madeira tem este ano um relevo político especial, uma vez que é uma espécie de antecâmara das eleições gerais do dia 06 de outubro", disse.

André Ventura participou numa arruada no centro do Funchal, promovida pela candidatura do Chega, encabeçada por Miguel Teixeira, que percorreu algumas ruas entre o parlamento regional e o Mercado dos Lavradores.

"Estou firmemente convencido que vamos eleger não só na Assembleia Legislativa da Madeira, como vamos eleger no parlamento nacional no dia 06 de outubro", declarou, sublinhando que o Chega é um "partido de rotura", assente em "propostas ambiciosas", como a redução do número de deputados e criação de um regime fiscal específico para a Madeira.

André Ventura disse que muitas ideias foram depois "copiadas" por outros partidos, pois "são ideias a que as pessoas aderem".

"É evidente que há um enorme espírito de mudança, uma enorme vontade de mudança, e nós somos o único partido que representa essa mudança, que representa essa fratura e que representa essa rotura", disse.

Na Madeira, a proposta do Chega aponta para uma redução do número de deputados de 47 para 22 e, ao nível, nacional para 100.

"As pessoas pensam que é exagerado. É rotura. É não ter medo das palavras", afirmou.

As eleições regionais legislativas da Madeira decorrem em 22 de setembro, com 16 partidos e uma coligação a disputar os 47 lugares no parlamento regional.

PDR, CHEGA, PNR, BE, PS, PAN, Aliança, Partido da Terra-MPT, PCTP/MRPP, PPD/PSD, Iniciativa Liberal, PTP, PURP, CDS-PP, CDU (PCP/PEV), JPP e RIR são as 17 candidaturas validadas para estas eleições, com um círculo único.

Nas regionais de 2015, os sociais-democratas seguraram a maioria absoluta - com que sempre governaram a Madeira - por um deputado, com 24 dos 47 parlamentares.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório