Meteorologia

  • 19 SETEMBRO 2019
Tempo
27º
MIN 17º MÁX 27º

Edição

CDU entregou lista de candidatos pela Madeira e espera eleger um deputado

A Coligação Democrática Unitária (CDU) entregou hoje a lista de candidatos pelo círculo da Madeira à Assembleia da República, esperando pela primeira vez eleger um representante do arquipélago, disse o mandatário.

CDU entregou lista de candidatos pela Madeira e espera eleger um deputado
Notícias ao Minuto

13:09 - 14/08/19 por Lusa

Política Eleições

"Esperamos bem que os madeirenses pela primeira vez apostem na CDU para os representar na Assembleia da República", declarou Leonel Nunes, após a entrega da documentação da lista encabeçada pela operária fabril, Herlanda Amado, no Tribunal da Comarca da Madeira.

O dirigente salientou que este "é um projeto carregado de esperança, composto por homens e mulheres dispostos a servir e não a servir-se da política"

"Na CDU, quem procura tachos não tem lugar. Não temos espaço para essa gente", afirmou o mandatário.

Leonel Nunes realçou que esta força partidária é composta por "candidatos com princípios, que honram as suas promessas e nunca traíram quem neles depositou confiança" ao longo das últimas quatro décadas.

"Orgulhamo-nos do nosso passado, do nosso trabalho e acreditamos num país mais solidário e mais justo para quem trabalha", sublinhou o responsável.

"Para que alguma coisa mude é preciso votar na CDU e é isso que se espera nas próximas eleições", concluiu.

Quanto à cabeça de lista, Herlanda Amado, que tem 39 anos, é deputada municipal na Assembleia do Funchal, presidente do Movimento Democrático das Mulheres e militante do PCP desde 1999, recordou que "a CDU nunca virou a cara à luta, apresentando propostas na Assembleia da República".

"Muito se tem falado de alternância, mas aquilo que a Madeira precisa e o Porto Santo é de uma alternativa que depois seja consubstanciada quer na Assembleia Legislativa, quer na Assembleia da Republica, com a eleição de deputados comprometidos com estes direitos", disse

Herlanda Amado realçou que nestes dois próximos atos eleitorais de 22 de setembro (Regionais) e 06 de outubro (Legislativas Nacionais) não está em causa a eleição de "um qualquer presidente do Governo ou um primeiro ministro como de forma ilusória têm feito crer às pessoas".

Por seu turno, a candidata dos Verdes, Ana Paula Almeida, disse que considerou que "o voto na CDU tem uma importância ainda mais exagerada do que em eleições anteriores, porque o partido apresenta várias medidas que visam ajudar a combater os problemas que nos assolam e são inquestionáveis e passaram a ser demasiado preocupantes e a estar na moda, tendo os partidos passado a usar estes temas como bandeiras.

Nas últimas eleições legislativas nacionais, em 2015, A CDU (PCP/PEV) teve 4.468 votos na região (3,57%).

O Círculo Eleitoral da Madeira elege seis deputados para a Assembleia da República.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório