Meteorologia

  • 17 AGOSTO 2018
Tempo
27º
MIN 22º MÁX 29º

Edição

Apoio a Sócrates não surpreende, mas PS "não pode fechar os olhos"

Ana Gomes salienta "muita coisa boa nos governos de José Sócrates", mas sublinha que isso não pode levar o partido a "fechar os olhos" a tudo o que é "completamente contrário à ética republicana e à ética socialista".

Apoio a Sócrates não surpreende, mas PS "não pode fechar os olhos"
Notícias ao Minuto

12:03 - 26/05/18 por Pedro Bastos Reis 

Política Ana Gomes

A eurodeputada socialista Ana Gomes considera que é natural o apoio de muitos militantes socialistas ao ex-primeiro-ministro José Sócrates, no entanto, realça que uma eventual gratidão pelos dois governos de Sócrates não pode levar os socialistas a “fechar os olhos” ao que aconteceu.

Questionada sobre as palmas que se ouviram na sexta-feira  durante o discurso de António Costa, no Congresso do Partido Socialista (PS), quando foi referido o nome de José Sócrates, Ana Gomes considera que não ficou surpreendida.

“Antes de mais, o PS é um partido da liberdade e não apaga ninguém da fotografia. Portanto, é normal que todos os secretários-gerais sejam referidos e assumidos pelo partido. Que militantes sintam gratidão relativamente a José Sócrates, não me surpreende. Houve muita coisa boa que foi feita nos governos de José Sócrates, em particular no primeiro”, disse Ana Gomes à entrada do 22º Congresso do PS.

No entanto, reiterou a eurodeputada que tem sido bastante crítica relativamente ao ex-primeiro-ministro, os aspetos positivos dos governos Sócrates não podem servir para justificar “o que está exposto”, referindo-se às acusações de corrupção contra Sócrates.

“Isso não pode levar-nos a fechar os olhos e a não ver tudo aquilo que hoje sabemos, que está exposto, que está assumido pelo próprio [José Sócrates], que é completamente contrário à ética republicana, à ética socialista, e à ética de quem serve o país e uma democracia como a nossa”, atirou.

Relativamente ao discurso de António Costa na sexta-feira, Ana Gomes afirmou que “não estava à espera que ele [Costa] fosse falar de nada em concreto e mais aprofundadamente”, sendo que, em relação ao tema da corrupção, espera “ação” do Executivo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.