Meteorologia

  • 22 FEVEREIRO 2018
Tempo
MIN 6º MÁX 7º

Edição

Fiéis da IURD obrigados a jejum, nada de notícias

Decisão do bispo da Igreja Universal do Reino Deus surge numa altura em que a instituição está debaixo de fogo, em Portugal, por alegadas adoções ilegais de crianças.

Fiéis da IURD obrigados a jejum, nada de notícias
Notícias ao Minuto

21:27 - 18/01/18 por Patrícia Martins Carvalho

País Igreja

Chama-se Jejum de Daniel e foi decretado pelo chefe máximo da IURD, o bispo Edir Macedo.

Conforme se vê num vídeo publicado no canal do YouTube de Edir Macedo, o bispo anuncia que o Jejum de Daniel vai ter início no dia 25 de janeiro, terminando 21 dias depois a 14 de fevereiro.

Mas o que é este jejum? “É um sacrifício de 21 dias que a pessoa faz. A pessoa não deixa de comer, nem de beber, mas vai fazer jejum de notícias, de informações, de desporto, de entretenimento”, explica o próprio bispo numa rubrica a que foi dado o nome de ‘Palavra Amiga do Bispo Macedo’.

No mesmo vídeo, o chefe máximo da IURD diz aos crentes para “jejuarem espiritualmente e excluírem a mente de informações fúteis e inúteis”.

“Só quem obedecer vai atingir o Espírito Santo”, frisa o bispo que, no entanto, permite aos fiéis lerem livros “genuinamente cristãos” e assistirem à telenovela da TV Record, ‘Os 10 Mandamentos’.

Este jejum surge numa altura em que a imprensa tem dado muita atenção à IURD na sequência da grande investigação da TVI que revelou a existência de adoções ilegais de crianças em Portugal por parte de bispos da igreja.

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.