Meteorologia

  • 22 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Subiu para quatro número de mortos do surto de Legionella

O número de mortos provocado pelo surto de 'legionella' em Lisboa subiu para quatro, anunciou a Direção-geral da Saúde, depois das 13h00, e o de infetados aumentou para 44.

Subiu para quatro número de mortos do surto de Legionella
Notícias ao Minuto

13:21 - 10/11/17 por Notícias Ao Minuto com Lusa

País São Francisco Xavier

"No âmbito do surto de Doença dos Legionários relacionado com o Hospital São Francisco Xavier, a Direção-Geral da Saúde informa e lamenta o falecimento de uma doente do sexo feminino, de 97 anos de idade, que esteve internada neste hospital", pode ler-se no mais recente comunicado da Direção-Geral da Saúde.

Assim, faz sobressair a mesma nota, "até ao momento, registaram-se quatro óbitos", indicando ainda que o número de pacientes infetados aumentou para 44. A Direçaõ-Geral da Saúde ressalva, porém, que as "indicações epidemiológicas apontam para um abrandamento e resolução do surto".

Esta manhã o número de vítimas mortais já havia sido revisto em alta para três, após a morte, durante a noite, de uma mulher de 68 anos.

Em conferência de imprensa, a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas já tinha feito saber que estima que o surto esteja em fase decrescente e que o número de novos casos diários passe a ser esporádico, podendo ser dado como controlado dentro de "poucos dias". 

Dos 44 casos confirmados até ao momento, a maioria (59%) atingiu mulheres e 70% aconteceu em pessoas com 70 ou mais anos. Três pessoas já tiveram alta e pelo menos quatro têm alta programada

O surto de legionella, recorde-se, foi identificado na sexta-feira passada, no Hospital São Francisco Xavier.

Segundo a DGS, o primeiro caso de diagnóstico da doença dos legionários foi confirmado a 31 de outubro. Na terça-feira, o ministro da Saúde disse que a origem do foco de legionella em Lisboa foi o hospital São Francisco Xavier, considerando que as primeiras evidências apontavam logo para uma emissão dentro do perímetro da unidade hospitalar.

O Ministério Público está a investigar o caso.

A legionella, recorde-se, é uma bactéria responsável pela doença dos legionários, uma forma de pneumonia grave que se inicia habitualmente com tosse seca, febre, arrepios, dor de cabeça, dores musculares e dificuldade respiratória, podendo também surgir dor abdominal e diarreia. A incubação da doença tem um período de cinco a seis dias depois da infeção, podendo ir até 10 dias.

A infeção pode ser contraída por via aérea (respiratória), através da inalação de gotículas de água ou por aspiração de água contaminada. Apesar de grave, a infeção tem tratamento efetivo.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório