Meteorologia

  • 19 DEZEMBRO 2018
Tempo
MIN 7º MÁX 10º

Edição

Detidos quatro profissionais de saúde por burla ao SNS

Serviço Nacional de Saúde terá sido prejudicado em “vários milhares de euros”.

Detidos quatro profissionais de saúde por burla ao SNS

A Polícia Judiciária deteve quatro pessoas, três homens e uma mulher, de 57, 50, 42 e 38 anos de idade, por suspeitas dos crimes de corrupção ativa e passiva, falsificação de documento e burla qualificada. O Serviço Nacional de Saúde terá sido o grande prejudicado.

Explicam as autoridades em comunicado que foi levada a cabo uma operação na zona da grande Lisboa e Algarve, no decurso da qual foram realizadas diversas buscas e detidos quatro profissionais de saúde. Um deles terá ainda sido detido em flagrante delito por posse de arma proibida.

Os detidos, no âmbito desta operação intitulada ‘Operação receita sem papel’, terão criado “cenários de prescrição de medicamentos em desconformidade com a legislação aplicável, mediante a aceitação de vantagens patrimoniais, por um lado e por outro, visando a apropriação indevida da comparticipação dos medicamentos”.

A agência Lusa especificou entretanto que os detidos são um médico e três delegados de informação médica. O SNS terá sofrido com isto um prejuízo de “vários milhares de euros”.

Os detidos irão ser presentes às autoridades judiciárias competentes para ficarem a conhecer as medidas de coação que lhes serão aplicadas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório