Recluso com haxixe nas botas acusado de tráfico de droga

O Ministério Público (MP) acusou um recluso, a cumprir pena na prisão de Custoias, em Matosinhos, Porto, de tráfico de droga, depois de lhe ter sido apreendido haxixe nas botas, anunciou hoje a Procuradoria-Geral Distrital do Porto.

© iStock
País Ministério Público

O Ministério Público considerou que o arguido, a 29 de janeiro deste ano, tinha consigo, acomodadas nas botas, duas placas de haxixe com cerca de 84 gramas, quantidade suficiente para a elaboração de 297 doses individuais.

PUB

O arguido está acusado de um crime de tráfico de droga.

Num outro caso, o MP deduziu acusação contra três pessoas, um homem e duas mulheres, imputando-lhes a prática em coautoria de um crime de roubo, lê-se na página da procuradoria.

Segundo a acusação, a 22 de janeiro de 2016, pelas 17:30, as mulheres atraíram à Rua do Roseiral, em Vila Nova de Gaia, um homem, com qual uma delas mantinha uma relação extraconjugal, onde foi abordado pelo arguido e por outro individuo, não identificado.

Agredindo-o a soco e ameaçando-o com arma de fogo, os suspeitos tiraram-lhe os bens e valores, nomeadamente um telemóvel e 1.300 euros em dinheiro.

Os arguidos estão sujeitos à obrigação de permanência na habitação com recurso a vigilância eletrónica.

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS