Meteorologia

  • 25 JULHO 2024
Tempo
27º
MIN 19º MÁX 27º

Aliança Evangélica revela "profunda solidariedade" após ataque em Lisboa

A Aliança Evangélica Portuguesa (AEP) manifestou "profunda solidariedade e pesar às famílias das vítimas" e a toda a comunidade ismaelita em Portugal, na sequência do ataque que, na manhã de hoje, provocou dois mortos no Centro Ismaili, em Lisboa.

Aliança Evangélica revela "profunda solidariedade" após ataque em Lisboa
Notícias ao Minuto

17:55 - 28/03/23 por Lusa

País Ataque em Lisboa

"Desconhecemos detalhes sobre a ocorrência, mas a aproximação que as nossas comunidades têm tido nos últimos anos, designadamente através do Grupo de Trabalho para o Diálogo Inter-religioso, permitem-nos sentir a vossa dor e preocupação, como se tal tivesse ocorrido numa das nossas comunidades", lê-se no comunicado publicado na página da AEP na Internet.

"Somos conclamados à proclamação da Paz entre todas as pessoas, pelo que repudiamos qualquer tipo de violência", acrescenta a nota.

Duas mulheres foram hoje mortas no Centro Ismaili, em Lisboa, num ataque com uma arma branca por um homem que foi detido e que está hospitalizado após sido baleado pela polícia.

O ataque -- cuja motivação é ainda desconhecida -- fez mais um ferido, e foi condenado pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e pelo primeiro-ministro, António Costa.

A Comunidade Muçulmana Ismaili em Portugal é constituída por cerca de 8.000 pessoas, que seguem os preceitos de um dos ramos xiitas do Islão. O Islão é uma das principais religiões monoteístas, cujos fiéis constituem um quarto da população mundial.

Leia Também: Patriarca de Lisboa lamentou "trágico ataque" no Centro Ismaili

Recomendados para si

;
Campo obrigatório