Meteorologia

  • 18 JUNHO 2024
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 21º

Patriarca de Lisboa lamentou "trágico ataque" no Centro Ismaili

O cardeal-patriarca de Lisboa lamentou hoje o "trágico ataque" no Centro Ismaili, que provocou a morte de duas mulheres.

Patriarca de Lisboa lamentou "trágico ataque" no Centro Ismaili
Notícias ao Minuto

16:47 - 28/03/23 por Lusa

País Ataque em Lisboa

Manuel Clemente expressou, em comunicado, "a sua dor e total solidariedade com a comunidade ismaelita e famílias das vítimas".

O cardeal-patriarca de Lisboa sublinhou que "mantém com a comunidade Ismaelita uma relação próxima e de permanente diálogo inter-religioso, como caminho para a construção da paz e de um mundo mais justo.

Também já na tarde de hoje, a Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) manifestou "profunda consternação pelo ataque", sublinhando "a importância que o diálogo entre as diferentes religiões assume na construção da paz e do bem comum de uma sociedade".

Duas mulheres foram hoje mortas no Centro Ismaili, em Lisboa, num ataque com uma arma branca por um homem que foi detido e que está hospitalizado após sido baleado pela polícia.

O ataque -- cuja motivação é ainda desconhecida -- fez mais um ferido, e foi condenado pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e pelo primeiro-ministro, António Costa.

A Comunidade Muçulmana Ismaili em Portugal é constituída por cerca de 8.000 pessoas, que seguem os preceitos de um dos ramos xiitas do Islão. O Islão é uma das principais religiões monoteístas, cujos fiéis constituem um quarto da população mundial.

Leia Também: AM de Lisboa aprova voto de pesar e repúdio por "ataque criminoso"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório