Meteorologia

  • 23 OUTUBRO 2021
Tempo
17º
MIN 13º MÁX 25º

Edição

Agente da PSP e companheira detidos por suspeita de burla

A mulher, com a ajuda do companheiro (agente da PSP), terá adquirido bens e serviços com comprovativos de pagamento falsos.

Agente da PSP e companheira detidos por suspeita de burla

Um agente da Polícia de Segurança Pública (PSP) e a companheira foram detidos, na passada terça-feira, pelo Comando Metropolitano de Lisboa, no âmbito de uma investigação relativa à prática de factos suscetíveis de integrarem o crime de burla qualificada. 

Ao longo de vários meses de investigação, a força de segurança recolheu indícios da prática de burlas pela mulher, em coautoria com o seu companheiro - agente da polícia.

Em nota enviada às redações, a PSP detalha que os crimes ocorriam em diversas zonas do país e "consistiam na aquisição de bens e serviços, falsificando os comprovativos de pagamento". 

Durante as diligências, foi ainda dado cumprimento a um mandado de busca domiciliária, que permitiu apreender diversos elementos de prova. 

Os detidos foram presentes ao Tribunal de Lisboa Oeste – Sintra e, em sede de primeiro interrogatório judicial, o juiz aplicou à mulher a medida de coação de prisão preventiva e ao polícia a proibição de exercer funções que permitam receber denúncias, bem como a proibição de contacto com os ofendidos.

O polícia vai ainda ser sujeito a procedimento disciplinar e, de acordo com a PSP, já estão em instrução "vários processos, alguns deles motivados por denúncias apresentadas anteriormente".

Leia Também: Homem ficou com mala alheia. Tinha quatro fatos no valor de 25 mil euros

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório