Meteorologia

  • 02 JULHO 2022
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 31º

"O futebol é cruel, agora, as maiores felicidades para os belgas"

O ministro da Educação foi o representante do Estado português no jogo da Seleção Nacional em Sevilha, que deixou Portugal de fora do Europeu.

"O futebol é cruel, agora, as maiores felicidades para os belgas"
Notícias ao Minuto

22:31 - 27/06/21 por Notícias ao Minuto

País Tiago Brandão Rodrigues

O ministro da Educação, escolhido para representar o Estado português no jogo deste domingo da Seleção Nacional, já reagiu à derrota de Portugal frente à Bélgica, nos oitavos de final do Euro'2020, em Sevilha.

Tiago Brandão Rodrigues mostrou-se triste com o resultado, mas recordou que as regras do jogo ditam que quem marca, ganha.

"É uma tristeza. Ficamos todos tristes, esperávamos que eles continuassem. Ainda somos campeões da Europa e esperávamos chegar mais longe. Obviamente que a Seleção jogou bem, para nós é a melhor Seleção do mundo e vai continuar a ser [...]. Fomos de forma reiterada mostrando o nosso jogo e na segunda parte conseguimos mostrar isso, não conseguimos foi marcar. O futebol é cruel a esse ponto, agora, as maiores felicidades para os belgas", disse o governante.

Brandão Rodrigues revelou ainda que assistiu ao jogo ao lado do presidente da Federação Portuguesa de Futebol e que este estava "triste e desolado". Apesar de partilhar do sentimento, assim como "todos os portugueses", o ministro fez questão de transmitir a Fernando Gomes que "Portugal está com a Seleção".

Já confrontado com o facto de ter vindo representar Portugal, depois do Presidente da República e do Presidente da Assembleia da República terem desistido da viagem devido ao aumento de casos de Covid-19, o ministro da Educação, Juventude e Desporto, salientou a importância da "presença institucional".

"Vim representar o Estado português. O senhor primeiro-ministro teve oportunidade de falar com o senhor Presidente da República e com o senhor presidente da Assembleia da República e é importante a presença institucional. Estava aqui o meu homólogo, que tem a tutela do Desporto na Bélgica, e entre todos temos de continuar a representar o Estado português e havia esse compromisso", vincou Brandão Rodrigues antes de terminar as suas declarações.

Leia Também: "Esta noite a sorte era da Bélgica, que não jogou nada na segunda parte"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório