Meteorologia

  • 06 DEZEMBRO 2021
Tempo
17º
MIN 9º MÁX 18º

Edição

Madeira alerta para importância do Censos 2021 no acesso a verbas

O Governo da Madeira alertou hoje a população para a importância de responder corretamente aos questionários do Censos 2021, porque o resultado final tem influência na definição de políticas e na transferência de verbas do Estado e da União Europeia (UE).

Madeira alerta para importância do Censos 2021 no acesso a verbas

"As transferências do Orçamento do Estado e as verbas que são distribuídas tendo por base a capitação do IVA [Imposto Sobre o Valor Acrescentado], a Lei das Finanças Regionais, os fundos comunitários, muitos desses valores e montantes são definidos e atribuídos em função do número de pessoas que temos na região", advertiu o vice-presidente do executivo regional, Pedro Calado.

O governante falava em conferência de imprensa, no Funchal, na qual foi feita a apresentação pública da operação Censos 2021 na Madeira, coordenada pela Direção Regional de Estatística (DREM).

"O facto de preenchermos corretamente [o inquérito] influencia as verbas que o Governo Regional vai depois arrecadar", disse, reforçando: "Não depende apenas da evolução da nossa economia, depende também do número de pessoas que residem aqui, na Madeira".

As cartas com códigos para responder aos questionários do Censos 2021 pela Internet começam hoje a chegar aos cidadãos ao nível nacional, numa operação marcada pela pandemia da covid-19.

Na região autónoma o processo envolve 389 recenseadores remunerados.

O executivo regional, de coligação PSD/CDS-PP, estima que dois terços da população respondam ao inquérito 'online', o método mais seguro, considerando que 86% dos agregados familiares madeirenses tem acesso à internet.

O inquérito poderá também ser preenchido nas juntas de freguesia, por telefone, por autopreenchimento em papel e diretamente com os recenseadores, distribuídos pelas 228 secções e 2.444 subsecções de recenseamento da região autónoma.

"O conhecer [a região] em termos quantitativos vai-nos dar um instrumento de trabalho que vai influenciar muito o relacionamento que temos com a República Portuguesa", disse Pedro Calado, sublinhando que "há muitas políticas que dependem do resultado desta análise".

O inquérito do Censos 2021 é de caráter obrigatório e confidencial e as autoridades regionais contam concluir o processo em 31 de maio, prevendo a apresentação dos resultados preliminares em julho de 2021.

Os resultados provisórios deverão ser revelados em fevereiro de 2022 e os definitivos em outubro de 2022.

Leia Também: Resposta aos Censos arranca a 19 de abril. "Esteja atento ao correio"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório