Meteorologia

  • 18 ABRIL 2021
Tempo
22º
MIN 11º MÁX 24º

Edição

Ferro Rodrigues recorda "notável intérprete" e "voz do Sporting"

O presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, manifestou hoje o seu pesar pela morte da cantora Maria José Valério, que recordou como "notável intérprete" e "a voz do Sporting Clube de Portugal".

Ferro Rodrigues recorda "notável intérprete" e "voz do Sporting"

"Foi com tristeza que recebi a notícia do falecimento de Maria José Valério, aos 87 anos, vítima de covid-19. Calou-se uma voz que me acompanhava desde muito novo", destacou o presidente do parlamento, numa mensagem de pesar.

Eduardo Ferro Rodrigues dirigiu, em seu nome e da Assembleia da República, "sentido pesar" à família e amigos da cantora, recordando a sua carreira.

"Notável intérprete com longa carreira como cantora, Maria José Valério era a voz do Sporting Clube de Portugal, cuja 'Marcha do Sporting' tornou inesquecível", assinalou.

A cantora morreu hoje no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, onde estava internada desde finais de fevereiro último, e foi uma das vítimas do surto de covid-19, detetado na Casa do Artista, em Carnide.

De nome completo Maria José Valério Dourado, a cantora nasceu a 03 de maio de 1933, na Amadora, e protagonizou êxitos como "Olha o Polícia Sinaleiro" e "As Carvoeiras".

Sobrinha do compositor Frederico Valério (1913-1982), na década de 1950 participou em vários espetáculos de variedades da antiga Emissora Nacional, e nas emissões experimentais da RTP, na Feira Popular, em Lisboa, depois de ter frequentado o Centro de Preparação de Artistas da Rádio da Emissora.

Em 1960, foi eleita rainha da Rádio de Goa, território então sob administração portuguesa e, dois anos depois, casou-se com o matador de touros José Trincheira, acontecimento que marcou a atualidade da época, com transmissão em direto pela RTP e bênção pontifícia.

Em 2004, a cançonetista recebeu a Medalha de Mérito da Cidade de Lisboa, grau ouro.

Em maio de 2009, o município da Amadora inaugurou um centro cultural com o seu nome, na freguesia da Venteira.

Em 2017, liderou, com o cantor António Calvário, o espetáculo "Do musical à revista".

O repertório de Maria José Valério, dividido entre o fado e a canção ligeira, inclui temas como "Cantarinhas", "Fado da Solidão", "Expedicionário", "Um Dia", "Casa Sombria", "Deixa Andar", "Férias em Lisboa", "Longos Dias", "Lisboa, Menina Vaidosa", "Nunca Mais", muitos da dupla de autores Eduardo Damas e Manuel Paião, que assina também a "Marcha do Sporting".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório