Meteorologia

  • 25 JUNHO 2022
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 23º

Jihadista português pode ser condenado à morte no Iraque

Nero Saraiva é considerado um dos mais perigosos membros do Daesh

Jihadista português pode ser condenado à morte no Iraque
Notícias ao Minuto

16:02 - 09/07/20 por Notícias Ao Minuto

País Daesh

O jihadista português Nero Saraiva, de 33 anos, detido pelas pelas Forças Democráticas Curdas, o ano passado, perante a derrota do Daesh, em Baghouz, na Síria, foi deportado “secretamente” para o Iraque, onde poderá ser condenado à morte, avança o site ITV News.

De acordo com esta publicação, Nero Saraiva, capturado em setembro de 2019, foi interrogado pelas autoridades norte-americanas e por elas levado para o Iraque. Ainda não está claro se será julgado nesse país, onde a pena de morte é legal, ou se será extraditado para Portugal.

Nero Saraiva nasceu em Angola. Quando tinha três anos, veio para Portugal com a família. Aos 15 emigrou com a mãe para o Reino Unido, onde viveu até 2012. Nessa altura foi para a Síria com um grupo de outros ocidentais e tornou-se num dos mais perigosos membros do Daesh, segundo as autoridades.

Na altura que foi detido, a polícia portuguesa disse acreditar que Nero Saraiva era responsável por uma rede de recrutamento de jovens para combatentes do Daesh, em Portugal, Reino Unido e outros países da Europa.

Além disso, ele é suspeito participação no sequestro do jornalista britânico John Cantlie, em 2012, cujo paradeiro continua desconhecido.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório