Meteorologia

  • 09 AGOSTO 2020
Tempo
24º
MIN 18º MÁX 28º

Edição

Jihadista planeou ataque a Catedral. Desistiu porque estava drogada

Mulher planeava ataque no dia de Natal.

Jihadista planeou ataque a Catedral. Desistiu porque estava drogada

Safiyya Amira Shaikh, de 37 anos, nasceu com o nome Michelle Ramsden. A mulher, de nacionalidade britânica, converteu-se ao jihadismo e contava fazer-se explodir no interior da Catedral de St. Paul, em Londres. O seu plano não foi avante porque estava sob o efeito de estupefacientes, reporta o Mirror.

Inicialmente, depois de ter sido detida, a mulher alegou que não foi em frente com o seu plano porque se arrependeu. Mais tarde viria a revelar a verdadeira razão.

"Vou ser honesta. Não me arrependi. Eu teria ido em frente com o plano. O motivo pelo qual não apareci foi porque estava a consumir drogas", afirmou a mulher durante uma chamada telefónica a um amigo enquanto estava na prisão.

Safiyya Amira Shaikh terá entrado em contacto com um fabricante de bombas na internet e pediu-lhe que construísse dois engenhos explosivos improvisados, num ataque que estava a ser conspirado entre  19 de agosto e 10 de outubro do ano passado. A pessoa com quem falou era um agente infiltrado.

Safiyya pretendia deixar um dos explosivos no hotel e levar o outro para a catedral onde se faria explodir, com o objetivo de matar todos os que ali se encontrassem. O ataque estava agendado para o dia de Natal.

Não o fez por estar sob o efeito de drogas e acabou detida pelos agentes da Scotland Yard.

A mulher, que se radicalizou em 2015, será presente a tribunal esta sexta-feira. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório