Meteorologia

  • 09 DEZEMBRO 2021
Tempo
13º
MIN 11º MÁX 17º

Edição

"Portugal continua a aumentar número de testes". Chegam mais ventiladores

Durante esta semana chegam 500 ventiladores e, depois da Páscoa, mais 500, ao nosso país. DGS faz o habitual balanço do novo coronavírus em Portugal.

"Portugal continua a aumentar número de testes". Chegam mais ventiladores

António Lacerda Sales referiu, esta segunda-feira na habitual conferência de balanço da incidência do novo coronavírus em Portugal, que estamos numa "fase decisiva" da luta contra o vírus e "Portugal continua a aumentar o número de testes efetuados".

Desde o dia 1 de março, explicou o secretário de Estado da Saúde, foram feitos "cerca de 110 mil testes de diagnóstico". "A nossa capacidade instalada para o diagnóstico é de 11 mil testes/dia - 7 mil no público e 4 mil no privado", especificou. 

Dos testes,  54% foram realizados nos laboratórios públicos e 46% nos privados. 

"Importante ainda dizer que Portugal tem uma testagem de cerca de 10.500 amostras processadas por milhão de habitantes o que está em linha e, em alguns casos, acima de países como a Suécia e Dinamarca e não muito longe da Itália", vincou.

Já sobre material, Lacerda Sales garantiu que estamos numa fase de "alguma estabilidade nas compras" e na "previsão de entrega de encomendas", sendo que durante esta semana chegam 500 ventiladores e, depois da Páscoa, mais 500, ao nosso país

"Esta pandemia tem-nos ensinado muito sobre a importância da comunidade num momento em que estamos mais isolados. Notícias de entreajuda entre os nossos cidadãos são sinais de esperança", afirmou, relembrando que a partir de hoje "qualquer pessoa se pode voluntariar para ajudar nos lares e instituições de idosos" em Portugal. 

Também presente na conferência esteve a Bastonária da Ordem dos Nutricionistas, Alexandra Bento, que, referindo que circulam 'curas milagrosas' falsas nas redes sociais, fez questão de clarificar: "Não existem nem superalimentos nem suplementos capazes de prevenir ou combater a Covid-19" através do fortalecimento do sistema imunitário.

"A alimentação equilibrada é fundamental mas o sistema imunitário agradece que fiquem em casa e comam saudavelmente", frisou. Sal e açúcar ficam de fora, verduras e frutas têm preferência. 

Parecer sobre utilização de máscaras

Graça Freitas, Diretora-Geral da Saúde, reiterou que o nosso país está "alinhado, à data, com a Organização Mundial da Saúde, que vem, ela própria emitindo pareceres sobre esta matéria".

"O que estamos a fazer é uma análise dos pareceres, uma análise da evidência científica e mantermo-nos alinhados com o que tem sido o pensamento da OMS e do Centro Europeu de Doenças transmissíveis", sublinhou, acrescentando: "Teremos de aguardar mais uns dias para podermos respondermos concretamente às questões"

E os testes? 

"Os testes têm chegado onde eles são necessários. A principal preocupação é testar pessoas que manifestem qualquer tipo de sintomas, mesmo que esses sintomas sejam muito ligeiros. Abrimos a rede para conseguir captar qualquer pessoa que tenha uma sintomatologia mínima", afirmou Graça Freitas. 

Se há assimetrias regionais, "essas têm a ver com o mapa de distribuição da doença". "Não temos a doença distribuída uniformemente em todo o país, temos zonas mais afetadas do que outras e temos zonas que não estão afetadas", concluiu a Diretora-Geral. 

Veja, em baixo, a conferência na íntegra

[Notícia atualizada às 13h11]

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório