Meteorologia

  • 01 JUNHO 2020
Tempo
23º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

AO MINUTO: Boris no hospital por precaução. Uso de máscaras generalizado?

Acompanhe AO MINUTO todas as novidades da Covid-19 no Mundo.

AO MINUTO: Boris no hospital por precaução. Uso de máscaras generalizado?

A pandemia de  Covid-19 já matou 68.125 pessoas e infetou mais de 1,2 milhões segundo o último balanço divulgado, este domingo, pela agência AFP.

Os países com mais mortes nas últimas 24 horas são os Estados Unidos, com 1.082 novas mortes, Espanha (674) e Reino Unido (621).

A Itália, que registou sua primeira morte ligada ao coronavírus no final de fevereiro, tem agora 15.877 mortes, 128.948 casos e 21.815 pessoas curadas.

Depois da Itália, os países mais afetados são a Espanha, com 12.418 mortes, para 130.759 casos, os Estados Unidos, com 9.180 mortes (324.052 casos), a França, com 8.078 mortes (92.839 casos) e o Reino Unido, com 4.934 mortes (47.806 casos).

Em Portugal, o último balanço da Direção-Geral da Saúde (DGS), feito este domingo, aponta para  295 mortes e 11.278 infetados.

Ainda por cá, de relembrar que continuamos em Estado de Emergência até o dia 17 de abril, depois de a Assembleia da República ter aprovado a prorrogação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Acompanhe AO MINUTO todas as incidências da Covid-19 no Mundo:

00h00: Termina aqui o AO MINUTO de hoje. Já sabe, cumpra as recomendações da Direção-Geral de Saúde e em caso de sintomas ligue para a Linha de Saúde 24 (808 24 24 24). Boa noite!

23h55 - Uma petição lançada em França para facilitar a prescrição da hidroxicloroquina, um tratamento que tem suscitado vivos debates sobre a sua utilização contra o coronavírus, já tinha recolhido na noite de hoje mais de 200 mil assinaturas.

23h48- Um balanço dos números do dia

  • Dos 1,2 milhões infetados pelo menos 238.800 são considerados curados pelas autoridades de saúde
  • Desde as 19h de sábado, registaram-se 4.690 novas mortes e 75.522 novos casos ocorreram em todo o mundo
  • Os países com mais mortes nas últimas 24 horas são os Estados Unidos, com 1.082 novas mortes, Espanha (674) e Reino Unido (621) 
  • A Itália tem agora 15.877 mortes, 128.948 casos e 21.815 pessoas curadas. As autoridades italianas anunciaram este domingo 515 mortes e 4.316 novos casos
  • Depois da Itália, os países mais afetados são a Espanha, com 12.418 mortes, para 130.759 casos, os Estados Unidos, com 9.180 mortes (324.052 casos), a França, com 8.078 mortes (92.839 casos) e o Reino Unido, com 4.934 mortes (47.806 casos)
  • Com vários casos registados oficialmente, os Estados Unidos são atualmente o país mais afetado no mundo.

23h40 - A Covid-19 já matou 68.125 pessoas e infetou mais de 1,2 milhões, de acordo com o último balanço da AFP

23h00- A polémica em torno da Diretora-geral da Saúde da Escócia terminou da pior maneira. Catherine Calderwood apresentou, este domingo, a demissão, depois de se ter visto envolvida num escâlando que gerou muitas críticas por parte da sociedade escocesa.

22h53 - Governo espanhol aceita 'lay-off' de Barcelona, Espanyol e Alavés. O Ministério do Trabalho, Migrações e Segurança Social de Espanha autorizou o ERTE (Expediente Temporário de Regularização de Emprego) dos respetivos plantéis principais de futebol, que estão em confinamento e distanciamento social após a suspensão das competições.

22h51 - Um Tigre da Malásia de quatro anos de idade que vive no Jardim Zoológico de Bronx, nos Estados Unidos, testou positivo para o novo coronavírus, naquele que é o primeiro animal infetado em solo norte-americano.

22h49 - O ministro da Saúde cabo-verdiano anunciou hoje que especialistas cubanos vão reforçar o tratamento a doentes com covid-19 no arquipélago e que dentro de duas semanas o número de ventiladores disponíveis mais do que duplicará, para 120.

22h25 - O presidente da Câmara de Ovar, município em cerco sanitário desde 17 de março devido à covid-19, anunciou que a lista local de recuperados passou hoje de cinco para seis pessoas, o que encara como "uma extraordinária notícia"

22h22 - Os ministros da Cultura de Espanha, Itália e Alemanha assinam hoje um texto comum, publicado em jornais europeus, em que se afirmam decididos a proteger a solidariedade e a força das artes, nestes tempos de crise.

22h09 - Ainda em entrevista na RTP1, Marta Temido anunciou que vão chegar a Portugal 1.538 novos ventiladores. Considerando que atualmente o Serviço Nacional de Saúde dispõem de 1.142 ventiladores, a chegada deste novo material representa um aumento de mais do dobro de ventiladores disponíveis no país para dar conta dos doentes infetados com Covid-19. 

21h56 - Veja as impressionantes imagens de locais míticos dos quatro cantos do mundo que agora estão vazios. Aprecie AQUI a beleza nunca antes vista dos mais conhecidos sítios do planeta.  

21h49 - A ministra da Saúde anunciou hoje, em entrevista à RTP1, que a Direção-geral da Saúde pediu um parecer sobre o uso generalizado de máscaras para evitar a propagação da covid-19, tendo sido aconselhada a equacionar a medida.

"A Direção Geral de Saúde (DGS) pediu ainda hoje um parecer ao coordenador do Programa Nacional de Prevenção e Luta contra as Resistências Microbianas e esse parecer vai no sentido de equacionar o uso mais amplo das máscaras", afirmou Marta Temido.A ministra não adiantou se a recomendação será adotada, mas admitiu que os responsáveis pelas decisões têm de se adaptar e ter uma dinâmica muito rápida perante as evidências novas que vão surgindo.

A governante também denotou que já estão a ocorrer substituições de máscaras por viseiras "em alguns setores". “Gostava de recordar que DGS emitiu recomendação há poucas horas em relação ao uso de equipamento de proteção para um conjunto de profissionais. Já existe substituição de máscaras por viseiras em alguns setores, por exemplo”, reiterou Marta Temido ainda a propósito do uso generalizado das máscaras de proteção individual.

21h26 -  Boris Johnson foi internado, este domingo, para a realização de exames, dez dias depois de ter contraído o vírus, noticia a imprensa. O primeiro-ministro britânico foi levado para o hospital após ter sido aconselhado pelo seu médico. De acordo com a Sky News, Boris continua com sintomas da doença, designadamente febre alta. A ida ao hospital é apenas por precaução, não se sabendo se por lá pernoitará. 

21h22 - O primeiro-ministro irlandês, Leo Varadkar, que foi médico durante sete anos como clínico geral antes de assumir o governo local, vai regressar aos corredores hospitalares para ajudar na resposta à pandemia da Covid-19. Segundo a agência Reuters, o governante voltou a inscrever-se na Ordem dos Médicos e deverá trabalhar no sistema nacional de saúde irlandês uma vez por semana até a crise terminar.

21h00 - Boa noite. Se só agora chegou aqui, eis um balanço dos desenvolvimentos da tarde

  • Itália registou este domingo o balanço mais baixo de mortes em duas semanas: 525 pessoas morreram nas últimas 24 horas. Já não se registava uma cifra tão baixa desde o dia 19 de março (427). O número total de mortos é, agora, de 15.887. Quanto aos casos de infeção, contam-se agora 128.948, com um registo de mais 4.316 casos nas últimas 24 horas.
  • Em França, as autoridades de saúde revelaram que mais 518 pessoas morreram nas últimas 24 horas, o que representa um aumento em relação ao dia de ontem (441). O número total de óbitos no país é de 8.078. Segundo o balanço deste domingo, do número total de mortos, 2.189 aconteceram em lares e outros estabelecimentos médicos-sociais
  • O estado de Nova Iorque registou 594 mortes de infetados com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, números que elevam o total de mortes pela pandemia neste estado a 4.159 contra 3.565 do dia anterior
  • Por cá,  o Ministério da Administração Interna (MAI) anunciou mais seis detenções por desobediência nas últimas 24 horas, elevando para 122 o número de pessoas detidas desde o início do Estado de Emergência. O dia ficou também marcado pela chegada de um avião com 20 toneladas de material médico, incluindo 144 ventiladores. 

Para seguir o acompanhamento anterior pode fazê-lo aqui

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório