Meteorologia

  • 02 JUNHO 2020
Tempo
23º
MIN 18º MÁX 26º

Edição

Covid-19: Ovar registou hoje mais um doente recuperado

O presidente da Câmara de Ovar, município em cerco sanitário desde 17 de março devido à covid-19, anunciou que a lista local de recuperados passou hoje de cinco para seis pessoas, o que encara como "uma extraordinária notícia".

Covid-19: Ovar registou hoje mais um doente recuperado
Notícias ao Minuto

22:07 - 05/04/20 por Lusa

País Covid-19

Nesse concelho do distrito de Aveiro, com 148 quilómetros quadrados e cerca de 55.400 habitantes, a autarquia registava hoje um total de 407 casos de infeção, mantendo os 16 óbitos e referindo agora seis recuperações.

Num vídeo enviado aos jornalistas e publicado nas redes sociais, Salvador Malheiro afirma: "No nosso hospital de Ovar fizemos um segundo teste, negativo, a um infetado que foi confirmado há algumas semanas".

Começa assim a crescer o número de doentes "recuperados de acordo com as indicações da Organização Mundial de Saúde", que só valida uma cura após o sujeito em causa ter obtido dois testes com resultado negativo num intervalo de 48 horas.

Para o presidente do município em estado de calamidade pública, isso confirma a tendência a que já se tinha referido no sábado, quando afirmou que, no gráfico sobre a evolução local da doença, "a curva de novos infetados estava a decrescer".

Quanto ao pedido de esclarecimento que os deputados socialistas da Assembleia Municipal de Ovar dirigiram ao executivo do PSD também no sábado, exigindo saber porque é que as unidades locais da Bosch e Lanema têm permissão para laborar apesar de o cerco sanitário proibir atividade não-essencial no concelho, a resposta da Câmara só chegou hoje.

"Trata-se de uma resolução do Conselho de Ministros e não da Câmara Municipal, e a fiscalização também não é responsabilidade da autarquia", disse fonte oficial à Lusa.

O novo coronavírus responsável pela pandemia da covid-19 foi detetado na China em dezembro de 2019 e já infetou mais de 1,2 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais mais de 68.000 morreram. Ainda nesse universo de doentes, mais de 283.000 recuperaram.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 295 mortes, mais 29 do que na véspera (+11%), e 11.278 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 754 em relação a sexta-feira (+7,2%).

Dos infetados, 1.084 estão internados, 267 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 75 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até ao final do dia 17 de abril, depois do prolongamento aprovado na quinta-feira na Assembleia da República.

Além disso, o Governo declarou no dia 17 de março o estado de calamidade pública para o concelho de Ovar, que ficou sujeito a cerco sanitário com controlo de fronteiras e suspensão de toda a atividade empresarial que não afete bens de primeira necessidade.

A medida foi entretanto prolongada até 17 de abril.

Todo o país está desde as 00:00 de 19 de março em estado de emergência, o que vigora até às 23:59 do dia 17 de abril. A medida proíbe toda a população de circular fora do seu concelho de residência entre 9 e 13 de abril, para desincentivar viagens no período da Páscoa.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório