Meteorologia

  • 12 NOVEMBRO 2019
Tempo
16º
MIN 12º MÁX 18º

Edição

Guarda: PSP pede melhores instalações e mais efetivos

O comandante distrital da Polícia de Segurança Pública (PSP) da Guarda, o superintendente Salvado Lopes, reafirmou hoje a necessidade de aquela estrutura policial ser dotada com mais efetivos e com novas instalações.

Guarda: PSP pede melhores instalações e mais efetivos
Notícias ao Minuto

14:20 - 22/10/19 por Lusa

País Guarda

No discurso proferido na cerimónia do 135.º aniversário do Comando Distrital, realizada em Gouveia, o responsável afirmou que as atuais instalações daquele Comando servem a PSP "desde 1897", quando o seu efetivo "era de 26 profissionais".

"Passados 122 anos, a situação pouco se alterou. Continuamos a ter instalações dispersas por cinco locais da cidade [da Guarda], com falta de espaços adequados e sem a necessária funcionalidade", reafirmou.

Como exemplo, Salvado Lopes referiu que o edifício da Esquadra de Investigação Criminal "necessita de uma intervenção destinada a criar melhores condições a todos quantos ali prestam serviço e garantir a necessária confidencialidade e algum conforto aos cidadãos que ali se dirigem, especialmente aos intervenientes processuais no âmbito das investigações criminais".

No seu discurso, o superintendente disse que "a construção de um novo edifício para o Comando [Distrital da PSP], para além de agregar os serviços desconcentrados pela Guarda, possibilita aumentar a dimensão operacional, reduzir custos logísticos e financeiros e principalmente conferir qualidade e dignidade de que se deve revestir um serviço público desta natureza".

Salvado Lopes referiu que "se está a trabalhar" para resolver a situação, reconhecendo o empenho e o esforço da Direção Nacional da PSP, com a colaboração do município da Guarda.

O comandante da PSP referiu ainda que o Comando da Guarda "é, de todos os Comandos do país, não só o que dispõe do menor número de elementos, mas também um dos mais envelhecidos".

"A elevada idade média dos 163 profissionais, situada nos 50 anos, aliada à previsível redução de 34% do efetivo que, em 2019 e 2020, reúnem condições para passarem à pré-aposentação, constituem realidades que carecem de ser revertidas através do reforço de meios humanos e do rejuvenescimento do dispositivo, por forma a garantir um serviço policial de elevada qualidade", defendeu.

O presidente da Câmara Municipal da Guarda, Carlos Chaves Monteiro, reafirmou a disponibilidade da autarquia para ajudar a encontrar uma solução para as instalações da PSP.

O autarca disse à Lusa que o município continua a apontar o espaço do antigo matadouro para acolher o futuro Comando Distrital da PSP.

O Diretor Nacional Adjunto da PSP, Abílio Vieira, que presidiu às comemorações, disse aos jornalistas que as preocupações manifestadas pelo comandante Salvado Lopes "não são novas".

Segundo o responsável, o reforço de elementos ocorrerá "com incorporações anuais e regulares para reposição dos efetivos".

Quando ao assunto das instalações, disse que transmitirá "à parte responsável" a disponibilidade da autarquia da Guarda para encontrar uma solução.

O presidente do município de Gouveia, Luís Tadeu, que também discursou na sessão realizada no Salão Nobre dos Paços do Concelho, disse que a PSP, naquela cidade, "desenvolve hoje em dia uma função cada vez mais relevante de proximidade com as pessoas".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório