Meteorologia

  • 27 JUNHO 2019
Tempo
17º
MIN 15º MÁX 18º

Edição

Preço dos Passadiços do Paiva aumenta para aproximar receita dos custos

O Município de Arouca aprovou esta terça-feira o novo tarifário dos Passadiços do Paiva, cujo acesso passará a custar o dobro no próximo dia 1 de junho para "aproximar a receita dos efetivos custos de operação" dessa estrutura turística.

Preço dos Passadiços do Paiva aumenta para aproximar receita dos custos

Comprado na plataforma online, o bilhete individual passará assim de 1 para 2 euros e, se adquirido presencialmente no dia da visita, subirá de 2 para 4 euros. Crianças continuam a ter entrada livre, mas agora só quando menores de 10 anos, quando antes a gratuitidade se aplicava até aos 12.

Os novos preços foram aprovados com os votos favoráveis do Executivo socialista e do vereador do CDS-PP, com a abstenção dos vereadores do PSD, que alegaram não ter tido acesso a informação suficiente sobre a matéria.

A medida aplica-se apenas à época alta, no período entre 1 de abril e 30 de outubro, e a presidente da Câmara Municipal, Margarida Belém, atribui-a à necessidade de "atenuar a diferença entre a receita dos passadiços e aqueles que são os seus efetivos custos de operação" - no que se refere a encargos como os associados à gestão de entradas, aos serviços de limpeza de percurso e sanitários, ao funcionamento dos parques de estacionamento e ao "backoffice" de reservas e bilhética.

"Neste momento o valor arrecadado não cobre todas estas despesas e, embora não seja fundamental ter lucro, até porque a construção dos passadiços teve apoio comunitário, é preciso aproximar a receita dos efetivos custos de operação deste equipamento, cujo impacto social e económico no território tem sido tremendo", declara a presidente da Câmara Municipal.

A lotação do percurso linear de oito quilómetros entre a Praia do Areinho e o lugar da Espiunca, sempre ao longo das escarpas do Paiva e através de áreas antes inacessíveis à circulação pedestre, continuará, em todo o caso, a ser de 2.000 pessoas por dia, o que Margarida Belém define como "o número ideal para garantir a qualidade da visitação".

Pensando numa procura que é sempre "muito grande", o novo tarifário introduz duas vantagens para os utilizadores dos Passadiços: a primeira é que quem tiver adquirido um bilhete para determinado dia e se vir depois impedido de o utilizar nessa data pode reafetá-lo a nova visita mediante "o pagamento de um suplemento de 50%" e a segunda é que operadores turísticos que representem "comprovada mais-valia para o território" poderão beneficiar de 20% de desconto na compra dos seus ingressos, após o devido processo de verificação pelos serviços da autarquia e assinatura.

Margarida Belém explica: "Queremos dar um maior apoio aos operadores que nos visitam de forma organizada e esses podem agora requerer à Câmara uma certificação que lhes proporcionará descontos e que permitirá remarcações, por exemplo, mediante alguns comprovativos que demonstrem que os seus grupos deixam reais mais-valias no resto do concelho - como as que se referem a dormidas no território, aquisição de refeições, compras e outras experiências turísticas".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório