Meteorologia

  • 20 NOVEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 11º MÁX 16º

Edição

Nas compras, Marcelo alerta para o “drama” da pobreza nos mais idosos

Campanha do Banco Alimentar decorre até ao final do dia de amanhã, domingo.

Nas compras, Marcelo alerta para o “drama” da pobreza nos mais idosos

Em plena campanha do Banco Alimentar, o Presidente da República deu o exemplo e dedicou a manhã de sábado a fazer compras numa grande superfície comercial, em Lisboa.

Ao mesmo tempo que enchia o carrinho de enlatados, conservas, grão de bico, feijão, arroz, leite e batatas, Marcelo sublinhou a importância do pequeno gesto.

“Somado a não sei quantos gestos, nem imaginam o que dá de toneladas de felicidade a pessoas”, disse aos jornalistas, lembrando que a campanha do Banco Alimentar decorre até domingo à noite. “É uma grande ajuda para quase meio milhão de portugueses”, atirou.

Questionado pelos jornalistas, Marcelo afirmou que é um grande desafio para nos reinventar-mos. E para isso, frisou, “temos que começar por reduzir a pobreza e o risco de pobreza”.

Todavia, acrescentou, a solução “é crescermos mais e criarmos mais emprego”. E, nesta senda, frisou aquilo que considera ser um “drama”: “a pobreza a aumentar nos mais idosos, onde a recuperação de emprego é mais difícil e têm que comer todos os dias”. “Isto ajuda aquela situação em que muitos casos é dramática”, reforçou.

O Presidente da República defendeu ainda que os mais favorecidos devem ajudar mais a campanha do Banco Alimentar contra a Fome. "Quem mais tem, mais obrigação tem de dar", disse Marcelo, enquanto percorria os corredores do hipermercado Continente, no centro comercial Colombo. 

"Eu tenho mais obrigação porque sou favorecido, sou privilegiado, e quem é privilegiado tem de dar mais", reforçou o chefe de Estado.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório