Meteorologia

  • 27 JULHO 2017
Tempo
27º
MIN 23º MÁX 30º

Edição

Cancelado evento com touros de fogo em Benavente

Prática tauromática, em que é puxado fogo aos cornos dos animais, é uma festa própria de algumas localidades espanholas. Trata-se de uma prática que causa "sofrimento físico e psíquico" aos touros.

Cancelado evento com touros de fogo em Benavente
Notícias ao Minuto

21:32 - 22/06/17 por Melissa Lopes

País PAN

É através do Facebook que o PAN -Pessoas - Animais - Natureza dá conta de que o evento de touros de fogo, em Benavente, foi cancelado.

"O gabinete da Câmara Municipal de Benavente comunicou ao PAN que este evento foi cancelado até porque o pedido de transporte dos animais foi indeferido pela DGAV", informou o partido que ainda aguarda a comunicação oficial das entidades envolvidas. Com este desfecho, o PAN agradece, assim, aos cidadãos e cidadãs, tal como a todas as instituições, como a Animal, a acção conjunta e de pressão ao município.

A associação Animal, de resto, havia feito um "apelo de ação urgente" tanto à GNR como à autarquia, quando tomou conhecimento de que no programa da Festa da Amizade estava incluída uma 'Picaria de Touros/Picaria à Vara Larga' no dia 24 e um espectáculo de 'Touros de Fogo'.

Este último, explica a Animal, corresponde a uma festa tauromáquica própria apenas de algumas localidades espanholas, nomeadamente Valencia, nas quais os touros são presos pelos cornos a postes, sendo-lhes colocados, através de hastes, bolas de alcatrão ou pez, às quais, como material inflamável que são, é pegado fogo. Os touros são depois soltos dos postes, ficando com os cornos a arder durante o período habitual de uma hora – tempo que estas festas costumam durar.

"Segundo testemunhos de médicos veterinários e especialistas em comportamento animal, o sofrimento físico que os touros experienciam quando os seus cornos ficam a arder é muito grande, quer porque os cornos dos touros são muito sensíveis, quer ainda porque os touros acabam por ficar com os olhos, focinho, boca e língua gravemente queimados, entre outras partes do corpo. A isto acresce o sofrimento psíquico que resulta de estarem nestas circunstâncias, querendo libertar-se do fogo que arde nos seus cornos e não sendo capazes de o fazer", lê-se. 

Campo obrigatório