Meteorologia

  • 18 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Diretor da DEA critica declarações de Trump em email enviado aos agentes

Chuck Rosenberg pede aos agentes da DEA para mostrarem "respeito e compaixão". Trump tinha dito às forças da autoridade dos EUA para serem mais agressivos com os suspeitos de crimes.

Diretor da DEA critica declarações de Trump em email enviado aos agentes
Notícias ao Minuto

20:44 - 01/08/17 por Notícias Ao Minuto

Mundo Polémica

O diretor interino da DEA, a Drug Enforcement Administration - uma força de segurança que se dedica a combater o tráfico de droga nos Estados Unidos - criticou as recentes declarações de Donald Trump. Na passada sexta-feira, o presidente norte-americano tinha dito num discurso perante agentes da polícia para não serem "demasiado simpáticos" com os suspeitos de crimes.

Um dia depois, Chuck Rosenberg, o responsável da DEA enviou um email, a que a Reuters teve acesso, aos seus agentes a pedir-lhes para mostrarem "respeito e compaixão".

"Eu escrevo porque temos a obrigação de agir quando algo está errado", escreveu Chuck Rosenberg. "O presidente, em declarações prestadas ontem (sexta-feira) em Nova Iorque, tolerou a má conduta da polícia relativamente ao tratamento de indivíduos detidos pelas forças da autoridade", afirmou.

Chuck Rosenberg, que não foi nomeado por Donald Trump mas que transitou da administração Obama, foi o primeiro diretor de uma força de segurança a criticar as declarações de Trump. Mas outros elementos das autoridades norte-americanas já o tinham feito.

Chuck Rosenberg esclarece ainda que não procura tirar qualquer aproveitamento político desta situação. "Esta é a nossa conduta. É assim que tratamos aqueles que encontramos durante o nosso trabalho: vítimas, testemunhas e suspeitos. Nós somos assim", remata.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório