Meteorologia

  • 28 JUNHO 2017
Tempo
24º
MIN 21º MÁX 25º

Edição

Ex-chefe de polícia detido 90 minutos no aeroporto. EUA "pouco acolhedor"

"Este país agora parece frio, pouco acolhedor",escreve Hassan Aden.

Ex-chefe de polícia detido 90 minutos no aeroporto. EUA "pouco acolhedor"
Notícias ao Minuto

22:01 - 20/03/17 por Notícias Ao Minuto

Mundo Hassan Aden

Hassan Aden é um antigo chefe de polícia nos Estados Unidos. Há 42 anos que tem cidadania norte-americana e, desde que se reformou da polícia da Carolina do Norte e tem o seu negócio, tem viajado mais de avião.

Nos últimos anos habituou-se a ser bem recebido quando aterrava no país. Mas a última viagem que fez foi diferente. À chegada, esteve mais de hora e meia no aeroporto internacional JFK (na imagem) retido.

Aden tinha estado em Paris a festejar o aniversário dos 80 anos da mãe, conta o próprio numa publicação no Facebook.

Quando aterrou, perguntaram-lhe se tinha viajado sozinho. "Sim", respondeu na altura, apercebendo-se de que "vinham aí problemas".

Nem o facto de ter cidadania norte-americana nem ter sido chefe de polícia o ajudou, conta sobre o episódio que viveu no último fim de semana.

O próprio Aden explica que, como antigo membro da polícia, percebe que haja detenções dentro do limite do razoável, para colocar questões, quando alguém corresponde a um determinado critério pré-estabelecido. Mas o seu caso foi diferente, como destacou a CNN.

"Enquanto estava sentado no centro de detenção, vi numerosos, talvez 25, cidadãos estrangeiros que foram trazidos e levados rapidamente. As suas detenções foram adequadas, talvez cinco minutos ou assim, enquanto os passaportes eram verificados".

No seu caso, porém, demorou 90 minutos, numa situação nova para si, que fez com que contasse a sua história, numa altura em que nos EUA se debatem políticas de imigração e controlo fronteiriço.

Campo obrigatório