Juiz que disse a vítima de violação para fechar pernas pode ser despedido

Poderá ser a primeira vez que um juiz federal no Canadá é despedido.

© Pixabay
Mundo Canadá

O caso aconteceu no Canadá mas as palavras usadas pelo juiz valeram ao caso atenção internacional. Agora, o juiz em causa, Robin Camp, pode mesmo ser despedido.

PUB

O crime remonta a 2014. Uma jovem de 19 anos foi violada numa casa-de-banho durante uma festa. 

Em tribunal, o juiz absolveu o suspeito e ainda fez uma questão à vítima: "Porque é que não mantiveste os joelhos juntos?".

No ano seguinte, em 2015, o juiz acabaria por subir na carreira, tornando-se juiz federal no Canadá. Agora, aos 64 anos  de idade, poderá mesmo ser despedido, conta a CNN.

O juiz Robin Camp foi alvo de um processo disciplinar e, na sequência da investigação aberta, surge agora o veredicto deste comité: o juiz deve mesmo ser afastado da barra do tribunal.

A acontecer, será a primeira vez que tal acontece no Canadá, num caso que tem sido apresentado como exemplo de uma cultura em que se culpam as mulheres pelos crimes de que foram alvo.

Saliente-se que a decisão de absolver o suspeito foi entretanto revogada por outro tribunal, após recurso.

Entretanto, o juiz já pediu desculpas à vítima de violação pelos seus comentários, tendo justificado ainda a sua posição com a inexperiência. Ao longo da sua carreira, explicou o próprio,citado pela cadeia de televisão norte-americana, ajuizou casos que envolviam contratos e não crimes deste género.

 

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS