Federação pró-Trump apresenta propostas sobre controlo de migrantes

A Federação para a Reforma da Imigração nos Estados Unidos (FAIR) apresentou hoje um pacote de medidas sobre migração e controlo de estrangeiros no país à nova administração norte-americana, do Presidente eleito, Donald Trump.

© Reuters
Mundo EUA

Entre as medidas propostas, para os primeiros cem dias de Donald Trump na Casa Branca, consta a deportação de "imigrantes fugitivos", restrições na atribuição de vistos e um maior controlo das fronteiras.

PUB

Numa conferência de imprensa hoje em Washington, o presidente da federação, Dan Stein, afirmou que os processos judiciais de deportação de estrangeiros devem ser rápidos, para evitar a "atual disfuncionalidade".

Sobre a intenção anunciada por Donald Trump de se construir um muro na fronteira com o México, Dan Stein afirmou que esse muro é "sinónimo de se fazer as coisas bem, de evitar o descontrolo e o caos, de controlar a fronteira e parar o fluxo de drogas".

A federação, que apoiou a candidatura de Trump nas eleições presidenciais, propôs ainda a criação de um sistema migratório baseado nos méritos e no "potencial produtivo" dos migrantes e fixa um tecto máximo de admissão de 300 mil estrangeiros por ano, menos de metade das atuais quotas.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser