Jovenal Moise vence presidenciais no Haiti

O candidato do Partido Haitiano Tet Kale (PHTK, no poder), Jovenal Moise, ganhou as eleições presidenciais do Haiti de 20 de novembro, à primeira volta, com 55,67% dos votos, anunciou a comissão eleitoral na segunda-feira à noite.

© DR
Mundo Eleições

 

PUB

O candidato Jude Celestin, da Liga Alternativa pelo Progresso e Emancipação Haitiana (LAPEH, na oposição) ficou em segundo lugar, com 19,52% dos votos.

A 06 de junho, uma comissão de verificação eleitoral decidiu anular os resultados das últimas eleições, realizadas a 25 de outubro do ano passado, devido às fraudes.

Segundo o organismo, o número de votos não validados quase excedeu o número de votos legítimos.

Os candidatos com mais votos já haviam sido Jovenel Moise e Jude Celestin.

Celestin recusou, no entanto, participar na segunda volta, então marcada para 27 de dezembro, devido "às graves irregularidades" no processo eleitoral. O Conselho Eleitoral Provisório acabou por suspender as eleições.

Após as eleições de 20 de novembro passado, Jude Celestin e Maryse Narcisse, do partido Família Lavalas, afeto ao ex-presidente Jean Bertrand Aristide, voltaram a denunciar alegadas irregularidades no centro de contagem de votos.

A comunidade internacional destacou o clima em que se desenrolou a jornada eleitoral e instou os atores políticos a esperar pela publicação dos resultados eleitorais.

Um Governo provisório encabeçado por Jocelerme Privert dirige o Haiti desde 15 de fevereiro, depois de na semana anterior ter chegado ao fim o mandato do Presidente Michel Martelly sem que o seu sucessor tivesse sido eleito devido à crise política no país.

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS