Meteorologia

  • 12 JUNHO 2024
Tempo
18º
MIN 15º MÁX 23º

Cinco mortos no Líbano em ataque atribuído a Israel

Cinco pessoas, incluindo quatro combatentes do Hezbollah, foram mortas hoje no sul do Líbano, de acordo com o grupo xiita e a agência oficial libanesa (ANI).

Cinco mortos no Líbano em ataque atribuído a Israel
Notícias ao Minuto

21:14 - 20/05/24 por Lusa

Mundo Israel/Palestina

"Pelo menos quatro combatentes do Hezbollah foram mortos em ataques em Naqoura e Meiss el-Jabal", duas cidades fronteiriças, disse à agência France Presse (AFP) uma fonte próxima do grupo xiita.

Um combatente do Hezbollah também foi morto num ataque na vizinha Síria atribuído a Israel, indicou outra fonte do grupo libanês aliado do Irão à AFP.

O Hezbollah acrescentou que cinco dos seus combatentes, incluindo dois de Naqura, foram mortos, sem fornecer detalhes sobre o local e a data.

A ANI indicou, por seu lado, que o ataque israelita a Naqoura tinha como alvo uma área onde estavam localizados trabalhadores de resgate afiliados ao Hezbollah.

A agência acrescentou mais tarde que um "ataque aéreo inimigo teve como alvo uma motorizada" na entrada da cidade costeira de Al-Mansouri, deixando "um mártir e um ferido", sem dar mais detalhes.

O Exército israelita anunciou, por seu lado, que visou "uma célula terrorista do Hezbollah" na região de Meiss el-Jabal e que tinha atingido "um local de armazenamento de armas e um complexo militar" do grupo libanês.

"Durante o último dia [segunda-feira], foram identificados numerosos disparos atravessando diferentes áreas do norte de Israel. Após um disparo que caiu na área de Biranit, um soldado ficou ligeiramente ferido e foi retirado para receber cuidados médicos", informou o Exército israelita.

"Aviões de combate... atingiram um atirador do Hezbollah na área de Ayta Ash Shab, de onde os tiros foram identificados", acrescentou.

O Hezbollah referiu que tinha como alvo posições militares israelitas, em resposta à "agressão israelita, particularmente em Naqoura".

Desde o início da guerra na Faixa de Gaza entre Israel e o grupo palestiniano Hamas, em 07 de outubro, o Hezbollah tem visado regularmente o norte do território israelita, enquanto as forças de Telavive têm realizado ataques cada vez mais profundos no Líbano.

Sete meses de violência transfronteiriça deixaram pelo menos 425 mortos no Líbano, a maioria dos quais combatentes do Hezbollah, mas também pelo menos 82 civis, segundo uma contagem da AFP.

Do lado israelita, pelo menos 14 soldados e 11 civis foram mortos nesta violência, de acordo com as autoridades.

Leia Também: Líbano declara três dias de "luto oficial" pela morte de Ebrahim Raisi

Recomendados para si

;
Campo obrigatório