Meteorologia

  • 21 ABRIL 2024
Tempo
21º
MIN 15º MÁX 24º

Sudão suspende emissões da SkyNews e de mais dois canais de televisão

O Sudão suspendeu hoje a difusão de três canais de televisão, a versão árabe do canal SkyNews e os sauditas Al Arabiya e Al Hadath, por desrespeito da "transparência e profissionalismo exigidos" na informação, sem dar mais pormenores.

Sudão suspende emissões da SkyNews e de mais dois canais de televisão
Notícias ao Minuto

20:36 - 02/04/24 por Lusa

Mundo Sudão

"Foi decidido suspender o funcionamento dos seguintes canais no Sudão, por não terem respeitado a transparência e o profissionalismo exigidos. Consequentemente, as suas autorizações não foram renovadas para o exercício da sua atividade mediática no país. Estes canais são Al Arabiya, Al Hadath e Sky News", anunciou, em comunicado, o Ministério da Cultura e da Informação do Sudão.

De acordo com a nota, a decisão de suspender a emissão entra já hoje em vigor, logo que o ministro da Cultura, Graham Abdelkader, assine o despacho correspondente, no qual insta as autoridades competentes a tomarem "as medidas necessárias para aplicar a decisão tomada".

Depois de ter tomado conhecimento da suspensão, a SkyNews Arabic limitou-se a publicar uma breve referência nas redes, informando que "o Ministério da Cultura e da Informação do Sudão decidiu suspender o trabalho do canal SkyNews Arabic, Al Arabiya e Al Hadath", sem mais pormenores.

A Al Hadath publicou um breve comentário nas redes sociais: "Tanto o exército como [o grupo paramilitar] Forças de Apoio Rápido (RSF, na sigla em inglês) não estão satisfeitos com a nossa cobertura, mas o povo sudanês está".

A suspensão das licenças de radiodifusão ocorre quase dois meses após o apagão das comunicações, nomeadamente da Internet, que o Sudão sofre desde 07 de fevereiro em consequência dos combates que opõem o exército e as RSF e que levou à interrupção total das comunicações, das transferências bancárias, dos pagamentos eletrónicos e da distribuição da ajuda humanitária.

A decisão acontece duas semanas antes do primeiro aniversário do início dos confrontos entre o exército sudanês e as RSF, que, até à data, causou, segundo a ONU, 13.900 mortos e a pior vaga de deslocados do mundo.

Leia Também: 10 mortos e 15 crianças raptadas durante roubo de gado no Sudão do Sul

Recomendados para si

;
Campo obrigatório