Meteorologia

  • 07 AGOSTO 2020
Tempo
23º
MIN 19º MÁX 33º

Edição

Empresário francês nomeado presidente do banco do Vaticano

O Vaticano nomeou hoje o empresário francês Jean-Baptiste de Franssu para a presidência do Instituto para as Obras Religiosas (IOR).

Empresário francês nomeado presidente do banco do Vaticano
Notícias ao Minuto

12:10 - 09/07/14 por Lusa

Mundo IOR

De Franssu, de 51 anos, vai dirigir, a partir de agora, o conselho de fiscalização do IOR, conhecido como banco do Vaticano, em substituição do advogado alemão Ernst von Freyberg, nomeado por Bento XVI em fevereiro de 2013.

O empresário, que até aqui dirigia em Bruxelas uma empresa de aconselhamento em fusões e aquisições, "Incipit" (do latim começar), "vai assumir hoje o cargo de novo presidente do IOR. Von Freyberg aceitou efetuar um período de transição para permitir uma transmissão adequada de recomendações", indicou o Vaticano.

Esta mudança na direção do IOR, cujos últimos anos foram marcados por vários escândalos financeiros, marca a segunda fase da reforma institucional, decidida pelo papa Francisco, para conseguir maior transparência.

De acordo com o Vaticano, o IOR está atualmente numa "fase de transição tranquila" e com a direção de Von Freyberg atravessou uma primeira etapa que já terminou com "um excelente progresso", que resultou em "maior transparência".

Em comunicado, o cardeal George Pell, prefeito da secretaria da Economia, declarou que "existem muitos desafios e trabalho futuro", garantindo que o papa Francisco "deixou claro que as mudanças devem ser feitas de forma diligente".

Além das alterações no IOR, o Vaticano anunciou reformas que afetam o fundo de pensões do Estado, a organização do serviço de imprensa e meios de comunicação e a Administração do Património da Sé Apostólica (APSA).

O fim da primeira fase da reforma do IOR foi anunciada na terça-feira com a divulgação das contas de 2013 e de uma "análise sistemática de todos os registos de clientes para identificar a informação perdida ou insuficiente".

Da análise resultou o bloqueio de 1.329 contas individuais e de 762 de instituições.

A reforma do banco do Vaticano é uma das prioridades do papa Francisco.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório