Meteorologia

  • 04 MARçO 2024
Tempo
13º
MIN 10º MÁX 17º

Governo separatista de Nagorno-Karabakh anuncia dissolução

O governo separatista do Nagorno-Karabakh anunciou hoje que se vai dissolver e que a república não reconhecida vai deixar de existir até ao dia 01 de janeiro de 2024, de acordo com a France Presse.

Governo separatista de Nagorno-Karabakh anuncia dissolução
Notícias ao Minuto

08:23 - 28/09/23 por Lusa

Mundo Nagorno-Karabakh

Este anúncio ocorre depois de o Azerbaijão ter levado a cabo uma ofensiva militar para recuperar o controlo total da região separatista e ter exigido que as tropas arménias no Nagorno-Karabakh depusessem as armas e que o governo separatista se desmantelasse.

O Nagorno-Karabakh foi governado por autoridades separatistas arménias durante cerca de 30 anos.

Quase metade da população da região de Nagorno-Karabakh, no Cáucaso, fugiu para a Arménia, desde a ofensiva do Azerbaijão, nos últimos dias.

São agora 53.629 os refugiados na Arménia, de acordo com os últimos dados divulgados na quinta-feira pelo executivo de Erevan.

O decreto sobre a dissolução do governo do enclave (não reconhecido) foi assinado pelo presidente separatista da região, Samvel Shakhramanyan.

O documento cita o acordo alcançado na semana passada sobre o fim aos combates em que o Azerbaijão garante a "circulação livre, voluntária e sem entraves" dos residentes do Nagorno-Karabakh.

Por outro lado, as forças da Arménia no enclave foram desarmadas.

O Nagorno-Karabakh ficou sob o controlo de forças de origem arménia, apoiadas pelo Exército de Erevan, após os combates que se prolongaram depois da queda da União Soviética, no início dos anos 1990, e 1994.

Durante uma guerra de seis semanas em 2020, o Azerbaijão recuperou partes do Nagorno-Karabakh, bem como o território circundante que as forças arménias tinham reivindicado durante o conflito anterior.

[Notícia atualizada às 08h46]

Leia Também: Nagorno-Karabakh. Quase metade da população refugiada na Arménia

Recomendados para si

;
Campo obrigatório