Meteorologia

  • 28 FEVEREIRO 2024
Tempo
10º
MIN 9º MÁX 16º

Rei de Inglaterra propõe ao senado francês acordo para defender o clima

Rei de Inglaterra propôs hoje ao senado francês que a França e o Reino Unido se comprometam com um "Acordo para a Sustentabilidade" que responda, "de forma mais eficaz", à "emergência global do clima e da biodiversidade".

Rei de Inglaterra propõe ao senado francês acordo para defender o clima
Notícias ao Minuto

12:14 - 21/09/23 por Lusa

Mundo Reino Unido

Inspirado na "Entente Cordiale" ("Entendimento Cordial"), assinada em 1904 como base de uma aproximação entre os dois países, até aí adversários tradicionais, Carlos III explicou que a iniciativa se inspira "no exemplo do passado" e visa "ultrapassar os imensos desafios do mundo", num discurso proferido perante os deputados franceses em francês e em inglês.

A declaração surge um dia depois de o primeiro-ministro britânico, Rishi Sunak, ter anunciado o adiamento de várias medidas emblemáticas da política climática do Reino Unido, uma decisão condenada nos círculos económicos e até mesmo entre os conservadores no poder.

O Rei, que cumpre hoje o segundo dia de uma visita de Estado a França, assumiu, perante o senado francês, o compromisso de "fazer tudo o que estiver ao seu alcance para fortalecer a relação" entre o Reino Unido e a França.

"O Reino Unido será sempre um dos aliados mais próximos de França" e, "em conjunto, o potencial [dos dois países] é ilimitado", sublinhou em francês.

Carlos III também garantiu a "determinação inabalável" do Reino Unido e de França em ver "o triunfo" da Ucrânia.

O monarca sublinhou o apoio de Paris e Londres a Kiev face à "agressão injustificada ao continente" europeu por parte da Rússia.

O discurso de Carlos III foi aplaudido de pé pelos deputados durante mais de um minuto e meio.

"Aplausos que nos fazem sonhar", comentou o presidente do senado francês, Gérard Larcher.

A visita a França, que teve início na quarta-feira, destina-se a realçar a amizade entre os dois países, depois de a viagem ter sido adiada em março devido à contestação social violenta às reformas das pensões em França.

A visita faz parte de uma recente reaproximação das relações franco-britânicas, após anos marcados por negociações tensas sobre o 'Brexit' e pela afronta resultante da aliança AUKUS, que levou a Austrália a trocar a compra de submarinos franceses por britânicos.

O Rei terminará a viagem na sexta-feira com uma paragem em Bordéus, onde vai encontrar-se com pessoas afetadas pelos incêndios florestais de 2022 na região e visitar a Forêt Experimentale, um projeto concebido para monitorizar o impacto do clima nas florestas urbanas, e uma vinha pioneira numa abordagem sustentável da produção de vinho.

Recomendados para si

;
Campo obrigatório