Meteorologia

  • 17 JULHO 2024
Tempo
26º
MIN 16º MÁX 29º

Polícia Anticorrupção venezuelana visa funcionários judiciais

A Polícia Nacional Anticorrupção da Venezuela (PNAC) pediu sexta-feira ao Ministério Público (MP) que acuse um número não especificado de cidadãos que exerceram funções públicas no país, por alegado envolvimento em atos graves de corrupção.

Polícia Anticorrupção venezuelana visa funcionários judiciais
Notícias ao Minuto

07:13 - 18/03/23 por Lusa

Mundo Venezuela

O anúncio foi feito através de um comunicado do MP "no âmbito da luta implacável contra a corrupção empreendida pelo Governo Bolivariano em todas as áreas da vida nacional".

"A PNAC iniciou um pedido ao Ministério Público para processar uma série de indivíduos que, violando o sagrado juramento de honestidade, moral e ética que fizeram para assumir as responsabilidades atribuídas, poderiam estar envolvidos em graves atos de corrupção administrativa e desvio de fundos, em clara ação prejudicial aos interesses e necessidades da República e dos seus habitantes", lê-se no documento.

A PNAC explicou ainda que este "é o resultado de uma investigação profunda, realizada durante meses, que aponta a cidadãos que ocuparam cargos no poder judicial, na indústria petrolífera e em alguns municípios do país".

"Temos a instrução expressa de que esta investigação seja levada até às últimas consequências e não nos deteremos no nosso dever sagrado de enfrentar o flagelo da corrupção e de castigar de forma exemplar aqueles quem incorre nestes atos criminosos, quem quer que sejam, e caia quem cair", conclui-se no comunicado.

A Polícia Nacional Anticorrupção da Venezuela foi criada em 2014, pelo Presidente, Nicolás Maduro, para combater a corrupção e promover valores e princípios de transparência no país.

Leia Também: Maduro oferece apoio à China para criar uma "alternativa ao capitalismo"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório