Meteorologia

  • 08 JUNHO 2023
Tempo
22º
MIN 17º MÁX 23º

Professor espanhol perde paciência: "Dignidade zero"

Um professor na Catalunha desabafou, nas redes sociais, sobre a atual situação de falta de "dignidade" que se vive dentro das salas de aula.

Professor espanhol perde paciência: "Dignidade zero"

Saturado com as problemáticas da sua profissão, que passa pelo ensino de Matemática a jovens do ensino secundário, Marc Schmidt recorreu ao Twitter para desabafar sobre a atual situação que vive numa escola secundária em Barcelona, onde dá aulas.

"Hoje, numa aula do segundo ano de ESO [ensino secundário] totalmente descontrolada, chateada, gritando, mesmo sendo dois professores. Digo a um aluno que aquilo era uma loucura, ele responde-me: cala-te, pagam-te para aguentares."

Esta foi a frase que fez Schmidt, antigo engenheiro da Volkswagen, 'explodir' de raiva. "É claro que quero deixar este trabalho. Até aqui chegamos. Dignidade zero", disparou.

A publicação viralizou na rede social e recebeu dezenas de comentários, entre eles de companheiros de profissão que partilhavam as frustrações. Mas a história de Schmidt não ficou por aí: "Hoje, entrei no trabalho às 8h15, tive uma hora para almoçar e até às 19h00 não saí da escola. Cheguei a casa às 20h00. Para o que cobro e tenho de aguentar, procuro um trabalho diferentes. Os dois meses de verão de que me servem, se não tenho dinheiro à mesma", lamentou o docente.

Leia Também: Milhares de professores perguntam no Porto "será precisa uma revolução?"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório