Meteorologia

  • 18 JUNHO 2024
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 21º

Mãe que ficou cega após dois derrames critica quem a acusa de fingir

Claire Sisk, que arrecada mais de 230 mil seguidores no TikTok, ficou cega aos 29 anos de idade e hoje, 14 anos depois, aponta o dedo a quem a acusa de estar a fingir, porque faz a sua própria maquilhagem, por exemplo.

Mãe que ficou cega após dois derrames critica quem a acusa de fingir
Notícias ao Minuto

18:20 - 02/02/23 por Notícias ao Minuto

Mundo Reino Unido

Claire Sisk, de Hereford, no Reino Unido, tem 43 anos e dois filhos, e, agora, critica as pessoas que a acusam de estar a fingir a cegueira que resultou de dois derrames, e que começou quando tinha 29 anos.

Após o seu primeiro derrame, em abril de 2009, a britânica sofreu outro cinco meses depois, resultando no desenvolvimento de degeneração macular - uma condição que causa a morte das células no olho.

"Ensinei-me tudo a mim mesma para continuar a ser uma mãe brilhante, mesmo que estivesse a ficar cega", disse Sisk no programa This Morning, referindo-se à filha que, na altura, tinha nove anos.

Em 2017, e após perceber que tinha perdido grande parte da sua visão como resultado da distrofia retiniana, Sisk foi registada legalmente como cega. "Tenho pequenos pedaços de visão no campo periférico, mas um pequeno canto esquerdo [da visão] em ambos os olhos", explicou.

Ainda assim, houve quem acusasse a britânica, que tem mais de 230 mil seguidores no TikTok, de estar a fingir. "Comprar comida é difícil e, na verdade, foi num supermercado que fui acusada de fingir a minha perda de visão. Essa é a razão pela qual comecei a postar nas redes sociais", disse, explicando que, numa ocasião, uma pessoa acusou-a de estar a fingir porque estava a usar um telemóvel. Na realidade, explicou Sisk, o telemóvel estava a ajudá-la nas compras, lendo em voz alta o nome e o preço dos produtos.

Mas não só nos supermercados a britânica foi confrontada com pessoas que a acusaram de estar a fingir. Amante do mundo da maquilhagem, Sisk publicou vários vídeos nas redes sociais a fazer a sua própria maquilhagem, recorrendo a etiquetas NFC que permitem ler, em voz alta, o nome dos produtos. Lá, vários utilizadores acusavam-na de, então, estar a fingir, argumentando que seria impossível maquilhar-se sendo cega.

"Eu amo maquilhagem e é uma das primeiras coisas que eu me 'retreinei' para fazer como uma pessoa cega", disse.

Leia Também: Cataratas. Como prevenir a doença que pode levar à cegueira

Recomendados para si

;
Campo obrigatório