Meteorologia

  • 07 FEVEREIRO 2023
Tempo
MIN 6º MÁX 13º

Brittney Griner a caminho de solo norte-americano. "Estou feliz"

A basquetebolista norte-americana tinha sido detida por tráfico de droga em fevereiro.

Notícias ao Minuto

09:02 - 09/12/22 por Notícias ao Minuto

Mundo EUA

A basquetebolista norte-americana Brittney Griner, libertada pela Rússia na quinta-feira, numa troca de prisioneiros com os EUA, foi filmada num avião a caminho 'de casa'. A estrela tinha sido detida por tráfico de droga em fevereiro.

Sentada no banco do avião, com um casaco vermelho e um gorro cinza, Griner é questionada sobre como se sentia. "Estou feliz", respondeu Griner, entre sorrisos que transmitem algum nervosismo.

“Sabe para onde está a ir?”, pergunta, de seguida, o entrevistador, ao que a norte-americana responde que não. "Não sei", referiu.

“Está a ir para casa”, anuncia-lhe. "Para os EUA?", questionou Griner. “Para os EUA.”, respondeu o russo. "Tudo vai ficar bem", rematou.

O presidente dos EUA, Joe Biden, tinha divulgado uma breve declaração sobre a libertação da basquetebolista, confirmando que o regresso a casa se deu 'através' da troca pelo "traficante de armas russo condenado Viktor Bout, conhecido como o 'Mercador da Morte'.

Segundo Biden, que tinha falado com Griner "há pouco tempo", "ela está segura". "Ela está num avião. Ela está a caminho de casa", acrescentou.

A basquetebolista, bicampeã mundial e olímpica pelos Estados Unidos, foi presa em fevereiro no aeroporto Sheremétevo, em Moscovo, depois de funcionários da alfândega terem encontraram óleo de canábis entre a sua bagagem.

"Pretendo declarar-me culpada de todas as acusações", disse Griner em julho durante o julgamento que decorreu na Rússia, assinalando que "não tinha intenção de violar as leis russas" e explicando que a situação foi motivada por descuido e pressa no momento de preparar as malas para sair do país. A condenação, em agosto, foi de nove anos de prisão.

O Kremlin aceitou uma eventual negociação com a diplomacia norte-americana para fazer uma troca de prisioneiros entre os dois países, e os Estados Unidos confirmaram que iria considerar, mas apenas quando todas as ferramentas jurídicas à disposição da equipa de Brittney Griner fossem esgotadas. A Associated Press avançou nessa altura que, em troca, os EUA entregariam Viktor Bout, um negociante de armas russo que estava a cumprir 25 anos.

Veja o vídeo acima.

Leia Também: Brittney Griner libertada em troca de 'Mercador da Morte' Viktor Bout

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório