Meteorologia

  • 31 JANEIRO 2023
Tempo
MIN 4º MÁX 14º

Cuba decreta luto e bandeiras a meia haste pela morte de Jiang Zemin

O Presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, decretou no dia de hoje luto oficial pela morte do ex-presidente chinês Jiang Zemin (1993-2003), aos 96 anos.

Cuba decreta luto e bandeiras a meia haste pela morte de Jiang Zemin
Notícias ao Minuto

07:17 - 01/12/22 por Lusa

Mundo ex-presidente chinês

O luto oficial vai vigorar entre as 06h00 e as 00h00 (horas locais), período durante o qual a bandeira cubana "deve ser hasteada a meia haste em edifícios públicos e instituições militares", de acordo com uma nota oficial, divulgada na quarta-feira, pelos meios de comunicação social estatais.

O antigo líder chinês "contribuiu para a promoção e desenvolvimento global dos estreitos laços de amizade e cooperação entre os nossos países, o que o tornou digno da Ordem José Martí", a mais alta distinção de Cuba, acrescentou a mesma nota.

Em 1993, Jiang Zemin foi o único chefe de Estado mundial a visitar a ilha, na sequência da "intensificação do bloqueio [dos Estados Unidos], num gesto inestimável de fraternidade e confiança na capacidade do país para superar esse momento difícil".

Díaz-Canel descreveu o político chinês como um "querido camarada, excelente estadista (...) e querido amigo da Revolução Cubana", numa mensagem escrita na rede social Twitter.

Numa breve declaração, a agência de notícias estatal chinesa Xinhua anunciou que o antigo Presidente morreu em Xangai (leste) devido a uma leucemia e à falência de múltiplos órgãos.

Em 1960, Cuba foi o primeiro país latino-americano a estabelecer relações diplomáticas com a República Popular da China, criada em 1949.

Leia Também: Morreu Jiang Zemin, antigo presidente da China

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório