Meteorologia

  • 01 OUTUBRO 2022
Tempo
25º
MIN 12º MÁX 27º

Embaixada do Senegal no Canadá condena "violência" contra diplomata

A embaixada do Senegal na capital canadiana, Otava, condenou o que chamou de "violência policial" contra uma diplomata senegalesa na região do Quebeque, acusada de ter rendas em atraso.

Embaixada do Senegal no Canadá condena "violência" contra diplomata
Notícias ao Minuto

06:45 - 14/08/22 por Lusa

Mundo Senegal

Num comunicado divulgado no sábado, a embaixada diz que Niang Oumou Kalsoum Sall, conselheira para as relações exteriores, foi vítima de "violência física e moral humilhante", tendo sido algemada e espancada, durante uma intervenção da polícia na sua casa em Gatineau, um subúrbio de Quebeque.

A intervenção policial, no início de agosto, visava acompanhar um oficial de justiça que vinha notificar a diplomata de um despacho de um tribunal administrativo.

O despacho, obtido pela Rádio Canadá e citado pela agência France Presse, condenava a senegalesa a pagar mais de 45 mil dólares canadianos (34 mil euros) a um antigo senhorio por "rendas não pagas" e danos à habitação.

A embaixada lamentou a divulgação de informações "falsas e chocantes" sobre a diplomata, defendendo que o objetivo é "diluir a gravidade" da "inaceitável violência policial" que disse violar convenções internacionais sobre relações diplomáticas.

O comunicado garante que a habitação arrendada por Niang, que terá sido ameaçada pelo senhorio, apresentava problemas de aquecimento, eletricidade e desrespeito pelas normas de construção.

A senegalesa mudou de casa em outubro de 2020, altura em que o senhorio recusou receber a última renda, tendo mais tarde exigido, através dos tribunais, o pagamento de 57.207 dólares canadianos (43 mil euros) para reconstruir a casa, referiu a embaixada.

"Nada neste caso pode justificar a violência sofrida pela senhora Niang e seus filhos menores", concluiu o comunicado. A embaixada prometeu "acompanhar de muito perto a investigação que foi ordenada".

O governo canadiano condenou o incidente, que descreveu como inaceitável.

Leia Também: Coligação presidencial no Senegal venceu eleições com maioria absoluta

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório