Meteorologia

  • 29 SETEMBRO 2022
Tempo
20º
MIN 16º MÁX 22º

AO MINUTO: Zelensky pede "resposta mais forte"; Sete explosões em Kharkiv

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia.

AO MINUTO: Zelensky pede "resposta mais forte"; Sete explosões em Kharkiv
Notícias ao Minuto

07:18 - 07/08/22 por Notícias ao Minuto

Ao Minuto Mundo Ucrânia/Rússia

A situação perto da central nuclear de Zaporizhzhia, na Ucrânia, continua a preocupar autoridades do mundo inteiro, assustadas com o risco de um desastre nuclear. No sábado, depois de um bombardeamento russo que atingiu a central - mas não a danificou -, o diretor da Agência Internacional de Energia Atómica pediu que os dois países permitissem a presença de técnicos da instituição.

Mais a sudoeste, em Kherson, os serviços de inteligência britânicos apontaram no sábado que os russos estão a movimentar um grande rol de tropas para a cidade, tomada no início da guerra, antecipando-se uma defesa difícil contra uma esperada contraofensiva ucraniana. No entanto, há também a hipótese de os invasores estarem a preparar um novo ataque.

Ainda assim, o dia arrancou com boas notícias, com cinco cargueiros ucranianos a receberam permissão para atravessar o Mar Negro e levar 161 mil toneladas de milho e outros produtos alimentares para a Turquia, China e Itália.

Fim de cobertura

Beatriz Maio | há 1 mês

Boa noite! Damos por terminado o acompanhamento AO MINUTO dos desenvolvimentos da invasão russa da Ucrânia. Poderá acompanhar uma nova cobertura na manhã de segunda-feira. 

"Não há informação sobre vítimas" após sete explosões em Kharkiv

Beatriz Maio | há 1 mês

O presidente da Câmara de Kharkiv, Ihor Terekhov, divulgou que a cidade foi alvo de mísseis russos e pediu "a todos que se abriguem". No Telegram escreveu: "Não há informações sobre as vítimas, espero que não haja".

 

Mais de 50 explosões em Sumy Oblast

Beatriz Maio | há 1 mês

Mais de 50 explosões foram reportadas em Sumy Oblast, este domingo, de acordo com o governador Dmytro Zhyvytsky, que afirmou que as tropas russas bombardearam a região a partir do norte. Nas redes sociais, Zhyvytsky fez uma cronologia dos ataques ao longo do dia e divulgou fotografias da destruição, divulgando que após "um transformador elétrico e uma linha de energia" terem sido danificados, "não há fornecimento de energia elétrica".

"Terror nuclear russo exige resposta mais forte", alerta Zelensky

Beatriz Maio | há 1 mês

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, mencionou, nas redes sociais, que conversou com o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, sobre a situação da guerra, em particular da central nuclear em Zaporizhzhia. "O terror nuclear russo exige uma resposta mais forte da comunidade internacional - sanções contra a indústria nuclear russa e o combustível nuclear", frisou Zelensky numa publicação no Twitter.

Explosões em várias cidades ucranianas

Beatriz Maio | há 1 mês

Foram relatadas explosões em várias cidades ucranianas, nomeadamente em Kirovohrad, Kremenchuk e Poltava e, pelo menos, três ocorreram em Vinnytsia, informa o jornal The Kyiv Independent

Militares russos fizeram ataques aéreos em sete cidades

Beatriz Maio | há 1 mês

A Rússia pretende parar a contraofensiva ucraniana, como tal os militares russos realizaram, este domingo, ataques aéreos em sete cidades, incluindo Bilohirka, Myrne, Tavriyske, em Kherson, bem como Velyke Artakove, em Mykolaiv. Perto da aldeia de Blahodatne, as tropas russas tentaram lançar uma ofensiva mas "não tiveram sucesso", de acordo com o Estado-Maior General das Forças Armadas da Ucrânia.

Dois civis feridos no bombardeamento russo em Dnipropetrovsk

Beatriz Maio | há 1 mês

O governador de Dnipropetrovsk, Valentyn Reznichenko, informou que o exército russo atacou os Nikopolsky e Kryvorizky este domingo, ferindo pelo menos dois civis. Nas redes sociais, o autarca partilhou ainda imagens da destruição causada.

Oposição russa alega que o exército russo armazena bombas em Zaporizhzhia

Beatriz Maio | há 1 mês

A oposição russa alega que o exército russo armazena bombas e explosivos na Central Nuclear de Zaporizhzhia, relata o Instituto para o Estudo da Guerra, que defende que as forças russas estão "a utilizar a central para jogar com os receios ocidentais de um desastre nuclear na Ucrânia, num esforço para degradar a determinação ocidental de fornecer apoio militar a uma contraofensiva ucraniana, ao mesmo tempo que utilizam eficazmente a central como escudo nuclear para evitar ataques ucranianos às forças e equipamento russos".

Cidade de Kharkiv atingida por mísseis

Beatriz Maio | há 1 mês

O presidente da Câmara de Kharkiv, Ihor Terekhov, relatou que a cidade foi alvo de mísseis russos durante a tarde deste domingo, contudo não há registo de feridos e ainda não são conhecidos os danos. "Por volta das 16h40, Kharkov foi novamente bombardeada. Uma série de explosões. De acordo com dados preliminares, os distritos de Novobavarsky e Nemyshlyansky foram bombardeados", pode ler-se numa publicação de Terekhov no Telegram.

 

Desde o início da invasão, 132 civis mortos e 619 feridos em Mykolaiv

Beatriz Maio | há 1 mês

O presidente da Câmara de Mykolaiv, Oleksandr Sienkevych, constatou que, desde o início da invasão russa a 24 de fevereiro, foram mortos 132 civis e feridos 619, especificando que entre os mortos há uma criança e entre os feridos há oito. Mencionou também que os bombardeamentos russos danificaram mais de 500 edifícios residenciais e cerca de 700 casas, causando danos no valor equivalente a 19,5 milhões de euros.

Papa Francisco vê "sinal de esperança" após chegada de navio com cereais

Beatriz Maio | há 1 mês

O Papa Francisco comentou, no seu discurso semanal na Praça de São Pedro, que a saída do primeiro navio com cereais do porto ucraniano do Mar Negro "mostra que é possível conduzir o diálogo para alcançar resultados concretos", informa a Reuters. "Este evento apresenta-se como um sinal de esperança e o meu desejo sincero é que, seguindo este caminho, seja possível pôr fim aos combates e alcançar uma paz justa e duradoura", salientou.

Os navios carregados com cereais começaram a sair dos portos da Ucrânia no dia 1 de agosto pela primeira vez desde o início da invasão russa, depois de Kyiv e Moscovo terem assinado um acordo apoiado pela Turquia e pela Organização das Nações Unidas (ONU) para a exportação de cereais. 

Forças russas destroem edifícios em Kherson

Beatriz Maio | há 1 mês

As forças russas destruíram edifícios na cidade de Kherson, relatou a Administração Militar de Kherson, nas redes sociais, adiantando que a situação na região sul ocupada continua tensa "com hostilidades ativas em curso". A Rússia tem deslocado as tropas para o sul da Ucrânia enquanto o país se prepara para uma contraofensiva.

De recordar que há mais de dois meses que a região de Kherson está sem comunicação por parte das operadoras móveis ucranianas, sendo que apenas a Internet funciona, mas por meio de provedores russos.

Embora esteja em constante bombardeamento, Bakhmut está "sob controlo"

Beatriz Maio | há 1 mês

A situação está a piorar em Bakhmut, no Donetsk, visto que a cidade é um alvo importante no objetivo do Kremlin de tomar toda a região do Donbass. Contudo, apesar das mortes de três civis nas últimas 24 horas e das quatro casas incendiadas, o vice-presidente da Câmara de Bakhmut, Oleksandr Marchenko, diz que a situação está "sob controlo" e "não há crise humanitária".

Amnistia Internacional lamenta "dor causada" após relatório

Beatriz Maio | há 1 mês

A Amnistia Internacional pediu desculpa pela "angústia e raiva" que o seu relatório sobre a Ucrânia, publicado a 4 de agosto, causou. Num e-mail enviado à Reuters, a organização de direitos humanos admitiu lamentar "a dor causada" pelo documento onde acusa a Ucrânia de pôr em perigo os cidadãos, devido ao uso de armas em zonas residenciais, mas "mantém-se totalmente" pelas suas conclusões.

 

Radiação da Central Nuclear de Zaporizhzhia encontra-se "normal"

Beatriz Maio | há 1 mês

A radiação de fundo encontra-se "normal" na Central Nuclear, ou seja, está dentro de 8-12 micro roentgen por hora, depois de as forças russas terem danificando os sensores de monitorização, declarou o governador de Zaporizhzhia, Oleksandr Starukh, citado pela Agência de Informação Independente Ucraniana.

Bombardeamento russo destrói 50 casas em Dnipropetrovsk e faz um ferido

Beatriz Maio | há 1 mês

Após um bombardeamento russo, em Dnipropetrovsk, 50 casas ficaram destruídas e uma pessoa ficou ferida na cidade de Marhanets nos arredores de Nikopol, uma cidade do outro lado do rio da Central Nuclear de Zaporizhzhia controlada pela Rússia, de acordo com a Procuradoria-Geral.

Para além das residências, também uma igreja, um gasoduto e linhas elétricas ficaram danificadas.

Suécia envia instrutores para o Reino Unido para treinar ucranianos

Beatriz Maio | há 1 mês

O Ministério da Defesa sueco confirmou que enviará até 120 instrutores, a partir de 12 de agosto, para o Reino Unido com o objetivo de dar treino militar a cerca de 10 mil ucranianos durante seis meses. "É extremamente importante que o mundo continue a apoiar a Ucrânia na sua luta pela soberania", disse o ministro da Defesa sueco Peter Hultqvist.

Atriz Jessica Chastain visita hospital pediátrico de Kyiv

Beatriz Maio | há 1 mês

A atriz Jessica Chastain, que chegou este domingo à Ucrânia, visitou o hospital pediátrico de Kyiv e não só planeia visitar Irpin, como encontrar-se com o presidente Volodymyr Zelensky e o seu chefe de gabinete Andriy Yermak.

Recrutados mais de mil prisioneiros russos para lutar na Ucrânia

Beatriz Maio | há 1 mês

O Grupo Wagner - organização paramilitar russa gerida pelo oligarca Yevgeny Prigozhin que opera a pedido do Kremlin em todo o mundo - recrutou mais de mil prisioneiros russos para lutar na Ucrânia, após visitar pelo menos 17 prisões em 10 regiões da Rússia. Os escolhidos serão destacados para a linha da frente, segundo os meios de comunicação russos, que informam que foi-lhes prometida liberdade após seis meses de luta

Cinco civis morreram em ataque a Donetsk

Andrea Pinto | há 1 mês

Os ataques russos à região de Donetsk mataram cinco civis, anunciou o governador regional Pavlo Kyrylenko. 

Três pessoas foram mortas em Bakhmut, uma em Avdiivka e outra em Blagodatnu. Outras oito pessoas ficaram feridas.

Cerca de 50 casas, vários carros e paragens de autocarro foram destruídas, tendo o ataque atingido, ainda, um gasoduto e a rede eléctrica. 

Russos preparam referendo fictício em Luhansk

Beatriz Maio | há 1 mês

Os residentes que vivem nos territórios ocupados na Ucrânia oriental estão a ser coagidos a participar num referendo fictício organizado pela Rússia onde, segundo o governador de Luhansk, Serhiy Haidai, é-lhes oferecida comida, água e "uma boa vida". De acordo com o Ministério da Defesa da Ucrânia, a Rússia não desistiu da ideia de anexar partes do sul da Ucrânia através da realização de referendos ilegais no país.

Ucrânia pede à Alemanha que previna o inverno e adie fim do nuclear

Andrea Pinto | há 1 mês

Myckailo Podolyak, assessor do Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, pediu hoje à Alemanha que prolongue o uso da energia atómica para ter uma maior independência da Rússia e dos fornecimentos de gás russo.

Ucrânia pede à Alemanha que previna o inverno e adie fim do nuclear

Myckailo Podolyak, assessor do Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, pediu hoje à Alemanha que prolongue o uso da energia atómica para ter uma maior independência da Rússia e dos fornecimentos de gás russo.

Lusa | 14:11 - 07/08/2022

Russos acusam Kyiv de danificar prédios durante ataque a Zaporizhzhia

Andrea Pinto | há 1 mês

A administração de ocupação russa disse hoje que o exército ucraniano danificou prédios administrativos durante um ataque à central nuclear de Zaporizhzhia, a maior da Europa.

Durante a noite de sábado para domingo, "o exército ucraniano realizou um ataque com uma bomba de fragmentação disparada de um lançador múltiplo de foguetes Ouragan", disseram as autoridades de ocupação da cidade de Energodar, onde a central nuclear está localizada no sul da Ucrânia.

Mais 4 navios de transporte de cereais autorizados a sair da Ucrânia

Hélio Carvalho | há 1 mês

Quatro navios de transporte retidos na Ucrânia devido à guerra receberam hoje autorização para deixar a costa do mar Negro, no âmbito do acordo assinado por Kyiv e Moscovo para permitir a retoma das exportações de cereais.

De acordo com o órgão que supervisiona o acordo internacional destinado a retirar cerca de 20 milhões de toneladas de cereais da Ucrânia para alimentar milhões de pessoas empobrecidas em África, Médio Oriente e partes da Ásia, os navios deverão partir dos portos de Chornomorsk e Odessa na segunda-feira.

Mais 4 navios de transporte de cereais autorizados a sair da Ucrânia

Quatro navios de transporte retidos na Ucrânia devido à guerra receberam hoje autorização para deixar a costa do mar Negro, no âmbito do acordo assinado por Kyiv e Moscovo para permitir a retoma das exportações de cereais.

Lusa | 13:28 - 07/08/2022

Exército russo diz ter destruído 45 mil toneladas de armamento da NATO

Andrea Pinto | há 1 mês

O exército russo destruiu na região de Mykolaiv um arsenal com 45 mil toneladas de munições recentemente enviadas pela NATO para a Ucrânia e abateu mais de 300 militares, de acordo com informações do Ministério da Defesa da Rússia.

"Foi destruído um arsenal na localidade de Voznesensk, região de Mykolaiv, que armazenava 45 mil toneladas de munições fornecidas ao exército ucraniano pela NATO", declarou o porta-voz da Defesa russo, Igor Konashenkov, citado pela EFE.

Zelensky pede "resposta mais forte" após último ataque a central nuclear

Andrea Pinto | há 1 mês

O Presidente ucraniano Volodymyr Zelensky apelou para que a comunidade internacional tenha uma "resposta mais forte" aos aparentes ataques russos a uma instalação nuclear no país.

Num apelo a Charles Michel, presidente do Conselho Europeu da UE, Zelensky exigiu sanções contra a indústria nuclear russa e o combustível nuclear. 

Pelo menos seis comandantes russos foram dispensados durante a guerra

Andrea Pinto | há 1 mês

Os serviços secretos britânicos sugerem que, pelo menos, seis comandantes russos foram dispensados desde que a guerra eclodiu, na sequência do "mau desempenho das forças armadas russas".

Outros 10 generais russos foram mortos no campo de batalha, disse o Ministério da Defesa do Reino Unido, citado pela Sky News.

Central de Zaporizhzhia alvo de novo ataque

Andrea Pinto | há 1 mês

A central nuclear de Zaporizhzhia terá sido atacada este sábado à noite, de acordo com a empresa estatal de energia nuclear da Ucrânia, a Energoatom.

Um trabalhador ficou ferido, não se sabendo qual o seu estado de saúde.

O ataque terá atingido uma zona de armazenagem de combustível nuclear ao ar livre.

 

Papa saúda "sinal de esperança" com retoma das exportações de cereais

Andrea Pinto | há 1 mês

O Papa Francisco saudou hoje a retoma das exportações de cereais da Ucrânia, que classificou como "um sinal de esperança" e prova de que "é possível dialogar" para acabar com a guerra.

"Gostaria de saudar com satisfação a saída dos portos ucranianos de cargas de cereais. Este passo demonstra que é possível dialogar e alcançar resultados concretos que beneficiem a todos", declarou o chefe da Igreja Católica, diante dos fiéis reunidos na Praça de São Pedro, em Roma, no final da tradicional oração do Ângelus.

Adiada chegada ao Líbano do primeiro navio com cereais  

Andrea Pinto | há 1 mês

A chegada ao Líbano prevista para hoje do primeiro navio de cereais que saiu da Ucrânia, sob um acordo de guerra, foi adiada, disseram hoje o Governo libanês e a Embaixada da Ucrânia no país

Segundo a agência noticiosa Associated Press (AP), ainda não é clara a causa do atraso, sendo que o 'site' Marine Traffic, que monitoriza o tráfego de navios e a localização dos navios no mar, mostrou o Razoni, com bandeira da Serra Leoa, fundeado no Mar Mediterrâneo, perto da Turquia.

Antony Blinken visita a África do Sul para combater a influência russa

Andrea Pinto | há 1 mês

O Secretário de Estado norte-americano Antony Blinken aterrou hoje na África do Sul para dar início a uma visita de três nações destinada a combater a influência russa no continente, relata a AFP.

A visita acontece depois de o ministro russo dos Negócios Estrangeiros, Sergei Lavrov, ter efetuado uma extensa viagem à África no final do mês passado.

Russo reeleito como Presidente da Federação Internacional de Xadrez

Andrea Pinto | há 1 mês

O antigo vice-primeiro-ministro russo Arkady Dvorkovich foi reeleito presidente da Federação Internacional de Xadrez (FIDE), vencendo um rival ucraniano que alegou que a sua posição era insustentável devido à guerra.

Jornalista russa detida no Kosovo por suspeita de espionagem

Andrea Pinto | há 1 mês

Uma jornalista russa, Daria Aslamova, foi detida no Kosovo por suspeita de espionagem, informou o ministro do Interior do Kosovo, Xhelal Svecla, numa mensagem divulgada no sábado à noite.

O ministro garantiu que vários países provaram que Aslamova agiu, nos seus territórios, como espiã dos serviços militares secretos da Rússia e destacou que a jornalista divulgou propagada a favor da ocupação russa durante a guerra na Ucrânia.

Jornalista russa detida no Kosovo por suspeita de espionagem

Uma jornalista russa, Daria Aslamova, foi detida no Kosovo por suspeita de espionagem, informou o ministro do Interior do Kosovo, Xhelal Svecla, numa mensagem divulgada no sábado à noite.

Lusa | 09:11 - 07/08/2022

Estátua de Putin erguida em parque infantil envia mensagem sobre a guerra

Andrea Pinto | há 1 mês

Uma escultura do presidente russo Vladimir Putin foi erguida num parque infantil em Nova Iorque, nos EUA.

"Esta escultura visa denunciar o absurdo da guerra e destacar a coragem das crianças quando confrontadas com situações violentas e catastróficas desencadeadas por outros", escreveu James Colomina, autor do trabalho, na sua conta de Instagram.

Quatro navios com 160 mil toneladas de cereais já saíram da Ucrânia

Andrea Pinto | há 1 mês

Já saíram, esta manhã, dos portos ucranianos, quatro navios carregados com 160 mil toneladas de cereais.

A partida destes navios é o resultado do acordo conseguido entre Kyiv, Moscovo, Ancara e as Nações Unidas para a exportação de cereais, afirmou o ministro das Infraestruturas, Oleksandr Kubrakov, no Twitter.

Segundo a Reuters, o navio Glory segue para a Turquia com 66 mil toneladas de milho. O Riva Wind está a navegar para Iskenderun, também na Turquia, com mais 44 mil toneladas de milho, o Star Helena, com uma carga de 45 mil toneladas de produtos agrícolas, tem como destino a China, enquanto o Mustafa Necati tem como destino a Itália com 6.000 toneladas de óleo de girassol.

Zelensky homenageia Força Aérea

Andrea Pinto | há 1 mês

O presidente da Ucrânia começou este domingo por usar as redes sociais para enaltecer o trabalho da Força Aérea do seu país.

"Está a proteger o céu ucraniano, cumprindo profissionalmente importantes missões de combate e permanecendo de forma fiável na frente de guerra do nosso país.", escreveu na sua conta de Instagram, agradecendo ainda a "todos os defensores do céu que morreram a lutar pela Ucrânia".

 

Ataque russo em Dnipro destrói 50 casas

Hélio Carvalho | há 1 mês

O órgão ucraniano Kyiv Independent, citando o governador do distrito de Dnipro, Valentyn Reznichenko, avança que pelo menos dois civis ficaram feridos num ataque à quarta maior cidade ucraniana. O bombardeamento russo terá destruído cerca de 50 casas na cidade de Marhanets, situada a pouco mais de 50 quilómetros de Zaporizhzhia.

Já no dia anterior, um outro ataque russo fez alguns feridos e destruiu um infantário e um centro de arte infantil. O impacto das bombas também deixou sem energia nem água várias pessoas.

Guerra "tem sido custosa para a liderança militar russa", diz Reino Unido

Hélio Carvalho | há 1 mês

No relatório deste domingo, o Ministério da Defesa do Reino Unido destaca o impacto da guerra na Ucrânia nas lideranças militares russas. Segundo os serviços de inteligência britânicos afirma que a "fraca prestação das forças armadas da Rússia tem sido custosa para a liderança militar russa, muito provavelmente resultando na demissão de pelo menos seis comandantes desde o início das hostilidades, em fevereiro de 2022".

Enumerando uma série de líderes que foram substituídos pelo Kremlin, o relatório refere ainda que, às demissões, acrescem as mortes de 10 generais russos no campo de batalha. "O efeito cumulativo na consistência do comando está provavelmente a contribuir para as dificuldades táticas e operacionais da Rússia", concluem os britânicos.

Ucrânia. Autorizados a zarpar hoje mais cinco cargueiros com cereais

Hélio Carvalho | há 1 mês

Cinco navios cargueiros zarpam hoje dos portos ucranianos de Tchernomorsk e Odessa para prosseguir a exportação de cereais, anunciou no sábado o Centro de Coordenação Conjunta (CCC) que está supervisionar as operações.

No total, os navios mercantes transportam mais de 161.000 toneladas de milho e outros produtos alimentares para a Turquia, a China e a Itália, segundo o CCC, que acompanhará o seu percurso até Istambul, onde serão inspecionados ao largo da costa antes de entrarem no estreito do Bósforo.

Para recordar:

Hélio Carvalho | há 1 mês
  • O bombardeamento russo da central nuclear de Zaporizhzhia pode ser "um desastre nuclear", afirmou o diretor geral da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA), Rafael Mariano Grossi;
  • O Ministério da Defesa britânico antecipa que as Forças Armadas Russas estejam a preparar-se para uma contraofensiva no sul da Ucrânia - foram vistas "longas filas" de vários veículos militares russos, desde o Donbass, de Mariupol, da Rússia e de outras zonas ocupadas, até ao sudoeste do país.
  • Desde o dia 2 de agosto, mais de dois mil civis foram retirados de Donetsk, entre eles mulheres, crianças, idosos e pessoas com deficiência;
  • O primeiro navio de carga com cereais chegou à Ucrânia desde o início da invasão russa a 24 de fevereiro, através do porto de Chornomorskm em Odessa;
  • O grupo Meta, que detém o Facebook, o Instagram e o WhatsApp, anunciou a suspensão de várias contas ligadas a uma 'quinta de trolls' oriunda de São Petersburgo, na Rússia, conhecida como Cyber Front Z;

Início de cobertura

Hélio Carvalho | há 1 mês

Bom dia. Iniciamos esta manhã mais um registo com todas as notícias do dia sobre a guerra na Ucrânia. Caso queira rever as notícias de sexta-feira, pode recordar a nossa cobertura AO MINUTO aqui:

AO MINUTO: "Desastre nuclear" em Zaporizhzhia?; Rússia fez 200 ataques

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia.

Notícias ao Minuto | 08:05 - 06/08/2022

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório