Meteorologia

  • 04 OUTUBRO 2022
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 31º

Ucranianas aliciadas com emprego colocadas em redes de prostituição

As mulheres recrutadas estavam em situação vulnerável.

Ucranianas aliciadas com emprego colocadas em redes de prostituição

As autoridades ucranianas afirmam ter desmantelado uma rede criminosa de tráfico de mulheres. Estas eram forçadas a trabalho sexual no estrangeiro depois de terem sido atraídas com falsos anúncios de emprego legal.

As autoridades de Kyiv detiveram o suspeito líder da rede após meses de vigilância. Tudo começou com a detenção de uma mulher quando ela estava prestes a atravessar a fronteira.

Segundo o The Guardian, a jovem de 21 anos, que tem um filho para sustentar, tinha perdido o emprego devido à guerra e estava prestes a atravessar a fronteira para a Hungria, viajar para Viena e, de lá, embarcar num voo para Istambul, onde acreditava que uma oferta de emprego legítima a esperava.

Depois de a assistir, as autoridades conseguiram então deter um homem de 31 anos suspeito de ser o líder de uma rede de tráfico. Baseado na região de Kyiv, a rede recrutou várias mulheres ucranianas vulneráveis após a invasão russa com a falsa perspetiva de um emprego legal, enviou-as para a Turquia e forçou-as a prostituírem-se.

Na casa do suspeito foram encontrados milhares de dólares em dinheiro, cartões de crédito e um diário com o nome verdadeiro de, pelo menos, 10 mulheres, um nome de código, os dias de trabalho e o valor cobrado por cada serviço.

Leia Também: "Glória aos soldados". Bandeira da Ucrânia regressa à Ilha das Serpentes

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório