Meteorologia

  • 25 SETEMBRO 2022
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 24º

Exilados cubanos suspeitam que morte de general pode ter sido "purga"

Exilados cubanos em Miami, nos Estados Unidos, reagiram hoje à morte do general López-Calleja, militar que geria o mais poderoso grupo económico de Cuba, mencionando uma possível "tensão interna" e uma "purga".

Exilados cubanos suspeitam que morte de general pode ter sido "purga"
Notícias ao Minuto

06:31 - 02/07/22 por Lusa

Mundo Cuba

"Em regimes fechados comunistas isto pode indicar que existe uma purga e tensão interna", aventou o líder da Direção Democrática Cubana, Orlando Gutiérrez, que acrescentou não poder "provar" que é esse o caso, mas é a sua "opinião".

Segundo este responsável, com López-Calleja, membro da Mesa Política do Partido Comunista, partido único no país, e desde 1996 presidente do conglomerado empresarial do exército cubano, "21 generais cubanos morreram no último ano", incluindo figuras "chave", como o próprio e Francis Pardo, chefe do Exército do Oriente, salientou Gutiérrez, que considera o sucedido "algo muito estranho".

"O castrismo perde um homem-chave na sua máquina brutal. O general López-Calleja estava nos negócios do poder e enriqueceu à frente da empresa militar", disse a congressista republicana nascida em Cuba María Elvira Salazar.

O General Luis Alberto Rodriguez López-Calleja, antigo genro de Raul Castro, morreu hoje em Havana, de ataque cardíaco, aos 62 anos, anunciou a televisão estatal.

O militar, líder do Grupo de Administração Empresarial das Forças Armadas Revolucionárias (Gaesa), que reúne empresas dos setores do turismo, do comércio, telecomunicações e distribuição, tanto estrangeiras como nacionais, estava sujeito a sanções impostas pelos Estados Unidos.

Em janeiro de 2021, o oficial foi incluído por Washington na lista negra do Tesouro dos EUA, por "ajudar a financiar a opressão do regime em Cuba e a interferência [de Havana] na Venezuela".

Em setembro de 2020, López-Calleja já estava sujeito a sanções, com um congelamento dos seus bens nos EUA e ameaças de acusação para quem fizesse negócios com ele.

Leia Também: Autarca de Cuba propõe estudo independente sobre Aeroporto de Beja

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório