Meteorologia

  • 01 JULHO 2022
Tempo
28º
MIN 15º MÁX 28º

Comissária da ONU para direitos humanos vai visitar Xinjiang, na China

A alta-comissária da ONU para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, vai visitar a China em breve, numa viagem que a levará à região de Xinjiang, onde Pequim é acusada de violações sistemáticas contra a minoria uighur.

Comissária da ONU para direitos humanos vai visitar Xinjiang, na China
Notícias ao Minuto

13:11 - 17/05/22 por Lusa

Mundo China

"A alta-comissária deve viajar para Guangzhou e Xinjiang. Não se deslocará a Pequim, por causa da pandemia de covid-19, mas reunir-se-á com funcionários de alto nível do Governo", anunciou hoje a porta-voz do Alto Comissariado das Nações Unidas Liz Throssell, durante uma conferência de imprensa em Genebra.

Bachelet deverá permanecer na China durante seis a sete dias e não se espera que viaje até ao Tibete, centrando a sua viagem na região de Xinjiang.

Vários países ocidentais, incluindo Estados Unidos, França e Reino Unido, têm denunciado a existência de um "genocídio" contra a minoria uighur, naquela região, o que Pequim nega.

Segundo a porta-voz da ONU, o objetivo da visita é conseguir "um diálogo com o Governo chinês e com as autoridades chinesas sobre uma série de questões relacionadas com direitos humanos, aos níveis nacional, regional e global".

Nos próximos meses, Michelle Bachelet deverá publicar um relatório sobre a situação em Xinjiang, mas não ficará público antes da partida da alta-comissária para a China, devendo ainda ficar à consideração de Pequim, para que as autoridades chinesas se possam pronunciar sobre ele.

De acordo com organizações de defesa dos direitos humanos, pelo menos um milhão de uighures e membros de outras minorias turcas, principalmente muçulmanos, estão ou foram encarcerados em campos de concentração em Xinjiang, colocados sob vigilância apertada pelas autoridades.

Pequim contesta, dizendo que são centros de treino vocacional, destinados a afastá-los de movimentos terroristas e separatistas.

Leia Também: Uigures da Turquia apelam a Bachelet: "Libertem os nossos familiares!"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório