Meteorologia

  • 25 JUNHO 2022
Tempo
23º
MIN 15º MÁX 23º

'Site' de campanha de Macron é lançado a menos de três meses das eleições

O 'site' de campanha do Presidente francês, Emmanuel Macron, foi hoje colocado 'online', a menos de três meses das eleições presidenciais, convidando os internautas a "falarem" sobre o que gostariam de "ver no centro do debate público".

'Site' de campanha de Macron é lançado a menos de três meses das eleições
Notícias ao Minuto

21:53 - 27/01/22 por Lusa

Mundo França

A página avecvous2022.fr (convosco2022, em português) não faz referência ao La République en Marche (LREM) ou a Emmanuel Macron, mas informações revelam uma morada da sede do partido e Stanislas Guerini, líder daquela força partidária, como diretor da publicação.

Macron ainda não declarou formalmente a sua candidatura para um segundo mandato, mas indicou que "quer" fazê-lo, de acordo com uma entrevista ao jornal Le Parisien no início do mês.

"Não se identifica com as declarações dos candidatos às eleições presidenciais? É normal, eles não falam de si, falam deles. A nossa abordagem é o oposto disso", lê-se na página inicial do 'site', que oferece também a assinatura de uma 'newsletter' para acompanhar as "notícias da campanha".

Referindo-se a Emmanuel Macron, que encorajou os deputados da maioria parlamentar a terem "orgulho de serem amadores" em fevereiro de 2020, o avecvous2022.fr refere que os parlamentares do LREM foram "criticados todos os dias" nos últimos cinco anos por não serem considerados "políticos profissionais".

"Esta censura é justificada, é até motivo de orgulho -- talvez, por isso, sejamos os únicos a ouvi-lo", adianta, salientando que o objetivo do partido "não é fazer campanha contra um lado ou contra uma parte dos franceses", mas sim "fazer campanha por [eles] e fazer campanha com [eles]".

No 'site' aparecem ainda 17 vídeos com depoimentos de cidadãos franceses de várias faixas etárias e de todas as classes sociais, desde um pastor de ovelhas no vale de Roya nos Alpes Marítimos (sudeste) até uma enfermeira de Bordéus (sudoeste).

Leia Também: França travou 37 ataques terroristas no mandato de Macron

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório