Meteorologia

  • 17 MAIO 2022
Tempo
24º
MIN 16º MÁX 25º

Mali exige saída de destacamento de forças dinamarquesas no país

As relações do país com parceiros internacionais tem vindo a deteriorar-se depois de dois golpes de Estado em dois anos.

Mali exige saída de destacamento de forças dinamarquesas no país
Notícias ao Minuto

23:54 - 24/01/22 por Notícias ao Minuto

Mundo África

O governo do Mali anunciou, esta segunda-feira, que pediu à Dinamarca que retirasse as suas tropas no país, por considerar que esforço antiterrorista do país do Norte da Europa foi feito sem o conhecimento dos malianos.

Num comunicado citado pela agência Reuters, o governo do país africano diz notar "com espanto o destacamento no seu território de um contingente de forças especiais dinamarquesas" na força Takuba, a força antiterrorista liderada pela França, sem o seu consentimento e sem respeitar o protocolo.

A posição ríspida do Mali surge depois da União Europeia e organizações africanas terem sancionado o Mali por não realizar eleições livres, depois de dois golpes militares seguidos - o primeiro em agosto de 2020 e o segundo em maio de 2021.

Além disso, os países que apoiam os esforços antiterroristas do Mali denunciam a contratação de tropas privadas da empresa russa Wagner, que tem operado em vários países africanos para assegurar interesses privados - o mesmo grupo russo que tem lutado pela manutenção de explorações de gás natural em Cabo Delgado, em Moçambique.

O grupo Wagner também é suspeito de servir os interesses russos no continente africano, ao operar em países como o Congo, Angola, Zimbabué, entre outros, "oferecendo" serviços de segurança em explorações de matérias-primas.

Segundo um comunicado do ministério da defesa da Dinamarca, foram destacados 90 operacionais, incluindo cirurgiões e forças especiais, que deveriam permanecer até ao início do próximo ano.

Leia Também: ONU investiga massacre de dezenas pelo exército e mercenários russos

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório